Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Latam muda regras de pontos no programa de fidelidade e cria nova categoria

Vinícius Casagrande

28/11/2018 14h22

Mudanças são válidas a partir do próximo ano (Divulgação)

A Latam vai mudar a forma como os clientes de seu programa de fidelidade podem subir de categoria e ganhar mais benefícios a partir do próximo ano. Além disso, a empresa também decidiu criar uma outra categoria, a Gold Plus, que será intermediária entre as atuais Gold e Platinum.

Uma das primeiras mudanças será substituir os pontos elite por pontos qualificáveis, válidos para subir de categoria dentro do programa, o que permite benefícios como acúmulo mais rápido de pontos para trocar por passagens aéreas e bagagem adicional sem custo. Com isso, o cálculo para mudança de categoria dentro do programa Latam Fidelidade deixa de ser baseado na distância percorrida ou quantidade de trechos voados e passa a ser feito de acordo com o valor pago na passagem aérea.

Leia também:

Até o final deste ano, ainda no sistema de pontuação atual, um passageiro que faz um voo entre São Paulo e Aracaju (SE) e comprou um bilhete na tarifa Promo, a mais barata, acumula 25% do total da distância percorrida, ou 265 pontos elite. A distância entre as duas cidades é de 1.062 milhas (equivalente a 1.966 quilômetros). Se a mesma viagem for comprada na tarifa Plus, com acúmulo de 125% da distância percorrida, o passageiro ganha 1.327 pontos elite.

Com as mudanças, o cálculo será baseado apenas no valor da passagem, independentemente do tipo de tarifa. Nas primeiras categorias, o passageiro passa a acumular 2,5 pontos qualificáveis para cada real gasto em voos nacionais e seis pontos qualificáveis para cada dólar gasto em voos internacionais. Assim, um voo nacional de R$ 400 acumula 1.000 pontos qualificáveis. Uma passagem internacional de US$ 500 acumula 3.000 pontos qualificáveis.

Para atingir a categoria Gold, que tem como benefícios o acúmulo de quatro pontos por real gasto em voos nacionais, bagagem despachada adicional sem custo e check-in preferencial, são necessários 10 mil pontos qualificáveis. Considerando apenas voos nacionais, será necessário gastar R$ 4.000 em passagens para entrar na categoria Gold.

Nova categoria Gold Plus

A Latam decidiu também criar uma categoria intermediária, a Gold Plus, entre a Gold e a Platinum. Para entrar na Gold Plus, serão necessários 18 mil pontos qualificáveis, enquanto a Platinum exige 30 mil pontos qualificáveis.

Segundo o gerente do Latam Fidelidade, Lucas Correia, o objetivo é beneficiar os clientes que fazem diversos voos dentro do Brasil. "Há clientes que voam mais do que a média da categoria Gold, mas não conseguem atingir a Platinum", afirmou.

Entre os benefícios para os clientes da nova categoria Gold Plus estão:

  • Check-in e embarque prioritário
  • Mudança de voo para o mesmo dia sem custo
  • Direito a uma mala a mais sem custo
  • 50% de desconto nos valores para a seleção de assento
  • Dois cupons de upgrade de classe de cabine
  • Acúmulo de cinco pontos por real gasto em passagens domésticas
  • Acúmulo de nove pontos por dólar gasto em passagens internacionais

Fim da Multiplus

A Latam anunciou no início de setembro que vai comprar as ações da Multiplus que estão na Bolsa de Valores (hoje, a Latam é dona de 72,7% da Multiplus, e os outros 27,3% são de outros acionistas), incorporar a empresa e criar um outro programa de fidelidade, junto com o Latam Pass (atual programa de pontos da Latam Chile).

O diretor do Latam Fidelidade, Marcelo Dezem, afirmou que a mudança atual não tem relação com a nova estratégia da empresa e que a incorporação da Multiplus não deve gerar outras consequências aos clientes. "As mudanças estão mais focadas em gerar atratividade ao programa e estão desassociadas dessa questão da Multiplus", disse.

Leia também:

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.