Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Conheça as rotas com voos mais lotados e mais vazios no Brasil

Todos a Bordo

01/10/2018 04h00

Aviões de companhias aéreas brasileiras no aeroporto de Guarulhos (foto: Vinícius Casagrande/UOL)

Por Vinícius Casagrande

Viajar de avião sem ter ninguém ao seu lado é o sonho de muitos passageiros. Quando isso acontece, é possível até mesmo transformar as poltronas ao lado em quase uma cama. Já nos voos lotados, há sempre aquelas brigas silenciosas para apoiar o braço no encosto do assento ou aquele incômodo sempre que alguém precisa levantar.

Antes de embarcar no avião, é quase impossível saber se haverá mais alguém ao seu lado. No entanto, de acordo com a rota da viagem, há mais ou menos chance de fazer uma viagem solitária.

Nas rotas nacionais, quem viajava entre o aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), e Goianá (MG) dificilmente teria uma companhia ao lado. Essa é a rota com a menor taxa de ocupação no Brasil. Em média, os aviões decolaram com apenas 19,02% dos assentos ocupados. A rota foi operada pela Gol entre 25 de março a 2 de agosto.

Leia também:

Por outro lado, quem viaja entre Natal (RN) e o aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), quase nunca irá sem ninguém ao lado. A rota tem 90,81% de ocupação dos assentos.

Todos os dez voos mais vazios passam por cidades do interior. Entre os mais cheios, quatro passam pelo aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Entre as rotas internacionais, considerando apenas os voos de empresas brasileiras, a mais cheia do ano foi entre o aeroporto de Guarulhos e San Carlos de Bariloche (Argentina), com 94,12% de ocupação média. É uma rota feita na alta temporada de inverno, que teve apenas 46 voos neste ano. A mais vazia foi entre Buenos Aires (Argentina) e Manaus (AM), com 36,17%. Foram apenas 33 voos nessa rota.

Guarulhos domina a lista de voos internacionais mais cheios, com sete rotas. Os Estados Unidos têm apenas dois voos entre os mais lotados. São as rotas entre Fort Lauderdale, na Flórida (EUA), e Recife (PE) e entre Orlando, na Flórida, e Campinas (SP). Já a Europa conta com sete rotas entre as dez mais cheias no Brasil.

Nas rotas mais vazias, Miami (EUA), um dos destinos preferidos dos brasileiros, está entre as que operam com voos mais vazios no Brasil. Todas saem ou chegam à região Norte do país. As regiões Norte e Nordeste concentram oito dos dez voos internacionais mais vazios.

Os dados constam de um levantamento feito pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para o blog Todos a Bordo. Foram adotados como critérios para o levantamento o período de janeiro a agosto deste ano, somente em empresas brasileiras, voos regulares (sem considerar fretamentos) e, no mínimo, 64 decolagens para rotas domésticas, com pelo menos dois voos semanais, e 32 decolagens para rotas internacionais, com pelo menos um voo semanal.

Rotas com voos nacionais mais cheios:

1. Natal (RN) a Confins (MG): 90,81% de ocupação
2. Confins (MG) a Natal (RN): 90,2% de ocupação
3. Aracaju (SE) a Guarulhos (SP): 89,75% de ocupação
4. Maceió (AL) a Guarulhos (SP): 89,08% de ocupação
5. Maceió (AL) a Confins (MG): 88,91% de ocupação
6. Porto Seguro (BA) a Campinas (SP): 88,75% de ocupação
7. João Pessoa (PB) a Guarulhos (SP): 88,6% de ocupação
8. Recife (PE) a Guarulhos (SP): 88,54% de ocupação
9. Boa Vista (RR) a Brasília (DF): 88,48% de ocupação
10. João Pessoa (PB) a Campinas (SP): 88,44% de ocupação

Rotas com voos nacionais mais vazios:

1. Pampulha, em Belo Horizonte (MG), a Goianá (MG): 19,02% de ocupação (não há mais voos nessa rota)
2. Goianá (MG) a Pampulha, em Belo Horizonte (MG): 19,93% de ocupação (não há mais voos nessa rota)
3. Três Lagoas (MS) a São José do Rio de Preto (SP): 25,87% de ocupação (não há mais voos nessa rota)
4. São José do Rio Preto (SP) a Três Lagoas (MS): 29,42% de ocupação (não há mais voos nessa rota)
5. Parauapebas (PA) a Marabá (PA): 40,74% de ocupação
6. Campos dos Goytacazes (RJ) a Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ): 42,25% de ocupação
7. Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ) a Campos dos Goytacazes (RJ): 42,45% de ocupação
8. São José do Rio Preto (SP) a Ribeirão Preto (SP): 44,4% de ocupação
9. Brasília (DF) a Barreiras (BA): 45,82% de ocupação
10. Ribeirão Preto (SP) a Pampulha, em Belo Horizonte (MG): 46,21% de ocupação (não há mais voos nessa rota)

Rotas com voos internacionais mais cheios:

1. Guarulhos (SP) a San Carlos de Bariloche (Argentina): 94,12% de ocupação (não há mais voos nessa rota)
2. Campinas (SP) a Lisboa (Portugal): 93,77% de ocupação
3. Guarulhos (SP) a Paris (França): 92,14% de ocupação
4. Guarulhos (SP) a Barcelona (Espanha): 92,06% de ocupação
5. Guarulhos (SP) a Frankfurt (Alemanha): 91,93% de ocupação
6. Guarulhos (SP) a Madri (Espanha): 91,86% de ocupação
7. Fort Lauderdale (EUA) a Recife (PE): 91,47% de ocupação
8. Guarulhos (SP) a Roma (Itália): 91,24% de ocupação
9. Guarulhos (SP) a Londres (Reino Unido): 91,22% de ocupação
10. Orlando (EUA) a Campinas (SP): 90,66% de ocupação

Rotas com voos internacionais mais vazios:

1. Buenos Aires (Argentina) a Manaus (AM): 36,17% de ocupação
2. Guarulhos (SP) a Punta del Este (Uruguai): 51,11% de ocupação
3. Punta del Este (Uruguai) a Guarulhos (SP): 52,96% de ocupação
4. Miami (EUA) a Belém (PA): 56,01% de ocupação
5. Belém (PA) a Miami (EUA): 56,65% de ocupação
6. Miami (EUA) a Manaus (AM): 61,16% de ocupação
7. Salvador (BA) a Bogotá (Colômbia): 61,99% de ocupação
8. Buenos Aires (Argentina) a Porto Seguro (BA): 62,06% de ocupação
9. Bogotá (Colômbia) a Salvador (BA): 62,43% de ocupação
10. Zanderij (Suriname) a Belém (PA): 63,5% de ocupação

Leia também:

Clima influencia segurança do avião. É melhor voar no frio ou no calor?
Nova aérea de baixo custo no país cobra R$ 134 por comida e R$ 188 por mala
Jato mais barato do mundo pode ser financiado em 60x; veja valor da parcela

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.