Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Latam aumenta taxa de envio de mala e vai cobrar também nos internacionais

Vinícius Casagrande

17/10/2018 13h27

Cobrança em voos internacionais vale a partir do próximo sábado (Divulgação)

A Latam aumentou mais uma vez a taxa para despacho de bagagem e marcação de assentos em voos nacionais e, a partir de sábado (20), vai começar a cobrar pelos dois serviços também em voos internacionais. Hoje, a cobrança existe apenas em voos dentro do Brasil.

Em voos nacionais, é a terceira vez que a Latam reajusta os valores desde que começou a cobrança de bagagem despachada, em junho do ano passado. O último reajuste havia sido feito em julho deste ano.

A taxa aumentou de R$ 49 para R$ 59 para a compra antecipada do despacho de bagagem e de R$ 110 para R$ 120 para pagamento no momento do check-in.

Leia também:

Para marcação de assento, a empresa havia iniciado a cobrança em agosto com valores de R$ 15 na tarifa Light e R$ 25 para marcar lugar na tarifa Promo. Nesta semana, as taxas foram reajustadas para R$ 20 e R$ 30, respectivamente.

Voos internacionais

Nos voos internacionais, o pagamento para despacho de malas ocorrerá somente em voos para a América do Sul. A cobrança para marcação de assento será feita em todos os voos internacionais. As novas regras valem para passagens compradas a partir de sábado.

Segundo a Latam, os valores podem variar de acordo com a rota selecionada, e custam a partir de US$ 20 (R$ 74) para bagagem despachada e US$ 5 (R$ 18,50) para a seleção de assentos.

O início da cobrança ocorre com a implementação de um novo perfil de tarifas para voos internacionais, que segue o mesmo modelo adotado atualmente nas viagens nacionais.

Nas tarifas Promo e Light em voos para a América do Sul, o passageiro terá direito somente a uma mala de mão de até 10 kg. As tarifas Plus e Top incluem uma ou duas malas de 23 kg e a marcação antecipada de assento.

Nos demais voos internacionais de longa distância, as tarifas Light e Promo incluem duas malas de até 23 kg, mas será necessário pagar pela marcação de assento. Na Plus e na Top, não há custos extras para o transporte de bagagem ou marcação de lugar no voo.

"Este modelo de perfis tarifários faz parte de uma tendência global da indústria em oferecer ao cliente a possibilidade de escolher e pagar apenas pelos serviços e benefícios que realmente deseja adquirir, além, é claro, de assegurar mais flexibilidade para o adequar a sua viagem às suas reais necessidades", afirmou a Latam em nota.

Voos para a América do Sul:

  • Tarifa Promo: apenas bagagem de mão de até 10 kg
  • Tarifa Light: bagagem de mão de até 10 kg e pontuação no programa de fidelidade
  • Tarifa Plus: bagagem de mão de até 10 kg, despacho de uma mala de até 23 kg, marcação de assento e pontuação no programa de fidelidade
  • Tarifa Top: bagagem de mão de até 10 kg, despacho de duas malas de até 23 kg, marcação de assento na categoria Latam + (com mais espaço) e pontuação no programa de fidelidade

Demais voos de longa distância:

  • Tarifa Promo: bagagem de mão de até 10 kg e despacho de duas malas de até 23 kg
  • Tarifa Light: bagagem de mão de até 10 kg, despacho de duas malas de até 23 kg e pontuação no programa de fidelidade
  • Tarifa Plus: bagagem de mão de até 10 kg, despacho de duas malas de até 23 kg, marcação de assento e pontuação no programa de fidelidade
  • Tarifa Top: bagagem de mão de até 10 kg, despacho de duas malas de até 23 kg, marcação de assento na categoria Latam + (com mais espaço) e pontuação no programa de fidelidade

Voos nacionais:

1ª mala de até 23 kg:

  • Pagamento antecipado: R$ 59 (era R$ 30 em junho de 2017, subiu para R$ 40 em janeiro e para R$ 49 em julho)
    Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 120 (era R$ 80 em junho de 2017 e subiu para R$ 110 em julho)

2ª mala de até 23 kg:

  • Pagamento antecipado: R$ 99 (era R$ 50 em junho de 2017 e subiu para R$ 60 em janeiro)
    Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 140 (era R$ 110 até julho)

A partir da 3ª mala de até 23 kg:

  • Pagamento antecipado: R$ 139 (era R$ 80 até julho)
    Pagamento no momento do check-in no aeroporto: R$ 220 (era R$ 200 até julho)

Leia também:

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.