Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Voos internacionais em Fortaleza dobraram em 1 ano; o que está acontecendo?

Vinícius Casagrande

11/10/2018 04h00

Barracas da Praia do Futuro, tradicional ponto de movimentação de Fortaleza (Jaque Queiroz/MTur)

A cidade de Fortaleza (CE) tem demonstrado potencial para ser um novo centro de conexão de voos internacionais no Nordeste, atendendo diversas companhias aéreas internacionais. Somente no mês de agosto, o aumento no número de voos internacionais em Fortaleza foi de 96,5% em relação ao mesmo mês do ano passado, enquanto total de passageiros cresceu 60,8%. Qual o segredo desse aumento?

De janeiro a agosto, a capital cearense apresentou um aumento de 46,4% de voos e de 38,7% no número de passageiros em viagens internacionais em relação ao mesmo período do ano passado.

Dados do Ministério do Turismo apontam que até abril de 2019 o número de voos internacionais em Fortaleza deve triplicar em relação a 2017. No ano passado, a cidade tinha, em média, 14 voos internacionais por semana, que chegavam a oito destinos no exterior. Até abril do ano que vem, deverão ser 48 voos internacionais por semana para 14 cidades da América, Europa e África.

Leia também:

Somente neste ano, três companhias aéreas estrangeiras já iniciaram operações internacionais tendo Fortaleza como destino: Air France, KLM e Copa, com voos para Paris (França), Amsterdã (Holanda) e Cidade do Panamá (Panamá). A Air France e a KLM começaram com dois voos semanais cada. No final deste mês, serão três voos por semana de cada empresa. Em abril, a KLM terá sua quarta frequência semanal.

No início de novembro, a Gol estreia dois voos diários a partir de Fortaleza para Miami e Orlando, ambas nos Estados Unidos. No ano que vem, deve ser a vez de a Air Europa começar a voar de Fortaleza para Madri (Espanha).

O secretário de turismo do Ceará, Arialdo Pinho, esteve em Estocolmo (Suécia) no início de setembro para uma reunião com a diretora de Comunicação e Relações Públicas da Norwegian, Charlotte Holmbergh Jacobsson, para apresentar Fortaleza com uma opção de destino para as futuras operações da companhia no Brasil.

O segredo: estado está cobrando menos impostos

O secretário de turismo do Ceará afirmou que a cidade tem aumentado sua campanha de promoção no exterior com o objetivo de atrair mais turistas. No entanto, para atrair companhias aéreas estrangeiras, era preciso aumentar também a conectividade com as empresas nacionais.

Para aumentar o número de voos domésticos, o governo do Ceará criou um programa de incentivos fiscais para reduzir a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o querosene de aviação e outros custos de operação aérea.

Caso a empresa tenha operações internacionais em Fortaleza, a alíquota do ICMS sobre o combustível cai de 25% para 12%. Para empresas nacionais, o ICMS vai a zero se houver mais de 50 voos domésticos por dia.

"Hoje, as quatro empresas brasileiras já têm voos internacionais a partir de Fortaleza", afirmou o secretário de turismo do Ceará.

Esses benefícios atraíram especialmente a Gol e Latam. A Gol aproveitou sua parceira com a Air France e KLM para ampliar suas operações na capital cearense em cerca de 35%. A Gol afirmou que já tem 50 voos diários em Fortaleza com destino a 15 cidades.

Para atender ao aumento do número de voos, a Gol criou uma base de tripulantes em Fortaleza. "A função dela é gerar mais flexibilidade às operações da Gol no hub [centro de conexão de voos] cearense. Com essa base, a companhia passa a ter tripulações residentes no Ceará oferecendo mais comodidade a todos eles, que passam a iniciar e terminar suas programações de voos sempre na cidade", afirmou a empresa, em nota.

Segundo a empresa, atualmente são 71 tripulantes, entre pilotos e comissários, na base de Fortaleza. Até janeiro, a empresa afirmou que esse número deve subir para 583, sendo 82 contratações e as demais promoções e movimentações internas.

Localização

Fortaleza também tem uma das menores distâncias entre uma capital brasileira e a Europa. A distância entre Fortaleza e Lisboa (Portugal) é de 5.600 quilômetros. São 250 quilômetros a menos que Recife e 2.350 quilômetros a menos que São Paulo.

Na região Nordeste, também tem posição privilegiada para chegar aos Estados Unidos. São 5.550 quilômetros entre Fortaleza e Miami, contra mais de 6.000 de Recife ou Salvador.

Segundo o Ministério do Turismo, na primeira temporada de férias após o início das operações do hub da Air France-KLM e Gol, além dos novos voos da Latam, cerca de 440 mil turistas desembarcaram no Ceará em julho, o que representa um aumento de 10,9% em relação ao mesmo período de 2017.

O fluxo internacional no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, cresceu 60% em julho deste ano. Segundo o Ministério do Turismo, foram 42 mil visitantes, sendo 15,8 mil passageiros a mais que em julho de 2017, o maior índice já registrado desde o início da série histórica medida pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) desde o ano 2000.

Leia também:

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.