Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Por que ainda é necessário fazer o check-in antes de voar?

UOL Economia

12/10/2018 04h37

Fazer check-in antes de embarcar em um voo comercial é obrigatório em todos os aeroportos do país e do mundo, seja de forma presencial ou eletrônica. Afinal, para que serve o procedimento e por que ele não pode ser simplesmente dispensado?

Antigamente, o check-in servia para confirmar a lista de passageiros embarcados, permitindo às companhias aéreas receberem os valores das passagens vendidas por terceiros (como agências de viagem). Hoje em dia, o check-in tem várias finalidades e serve para reforçar a segurança do voo.

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil determina que é no momento do check-in, também denominado de despacho de passageiro, que:

  • Devem ser informados os materiais considerados proibidos na bagagem de mão e na bagagem despachada para embarque na aeronave, como líquidos inflamáveis ou armas de fogo
  • O passageiro deve ser orientado a recusar o transporte de pacotes ou objetos recebidos de desconhecidos na bagagem de mão e na bagagem despachada, evitando levar materiais ilegais, como drogas
  • É feito o embarque de passageiros armados (desde que tenham autorização e cumpram a legislação e os requisitos necessários)
  • Despacham-se armas de fogo e munição
  • Identifica-se o transporte de passageiros sob custódia a bordo de aeronaves civis, como pessoas presas ou sob condução coercitiva

É também na hora do check-in que a companhia aérea deve garantir que serão despachadas apenas as bagagens dos passageiros identificados e que possuam o bilhete do respectivo voo, identificando todas as malas para o controle das autoridades aeroportuárias e para a restituição da bagagem.

Se o passageiro não reservou seu assento ao comprar a passagem, isso também pode ser feito na hora do check-in.

Por fim, é na hora do check-in que os bilhetes de embarque são impressos, caso não sejam eletrônicos, e a lista de passageiros de cada voo é confeccionada.

Somente após esses procedimentos iniciais, e com o cartão de embarque, é que o passageiro pode ter acesso à área restrita de segurança do aeroporto. Ele, então, passa pelo detector de metais e pode se dirigir ao portão de embarque. Antes de entrar no avião, deve apresentar a um funcionário da companhia aérea um documento válido com foto para ser corretamente identificado.

Prazo do check-in varia

Os procedimentos de check-in e despacho de bagagens têm prazo para serem realizados de acordo com cada rota. Em geral, as companhias começam o check-in online com 72 horas de antecedência, se estendendo até alguns momentos antes do voo.

A maioria das companhias aéreas encerra o check-in com até 40 minutos de antecedência para o horário de saída, no caso de voos domésticos, e uma hora antes, para voos internacionais.

Em alguns casos, a antecedência estipulada é maior para evitar atrasos na partida dos voos. Afinal, se isso acontecer, a companhia pode estar sujeita a multa ou outro tipo de penalidade.

A Anac determina que, após o check-in feito, caso a empresa aérea não tenha outra regra, o passageiro deve se apresentar ao portão de embarque até 30 minutos antes da hora estabelecida na passagem, para voos nacionais, e com 60 minutos de antecedência, no caso de viagens internacionais.

O Ministério dos Transportes mantém em sua página o Guia do Passageiro, onde é possível consultar os direitos e procedimentos.

Tipos de check-in

Atualmente, existem diferentes maneiras de realizar o check-in: online (pelo site ou aplicativo), pelo autoatendimento (totem nos aeroportos) e presencial (no balcão da companhia), entre outras. Cada um tem suas próprias regras e prazos em que ficam disponíveis aos passageiros.

As principais empresas aéreas que operam no Brasil disponibilizam, pelo menos, essas três modalidades de check-in:

  • American Airlines: Internet, totens de autoatendimento e balcões nos aeroportos
  • Avianca: Site, aplicativo, totens de autoatendimento e no balcão de atendimento nos aeroportos
  • Azul: Site, aplicativo, telefone, totens de autoatendimento e no balcão de atendimento nos aeroportos
  • British Airways: Quiosque, site, aplicativo e balcões nos aeroportos
  • Gol: Site, aplicativo, Twitter, selfie check-in (feito por reconhecimento facial), totens de autoatendimento e no balcão de atendimento nos aeroportos
  • Latam: Site, aplicativo, totens de autoatendimento, no balcão de atendimento nos aeroportos e check-in automático

Despachar bagagem fora do aeroporto

Em algumas regiões mundo afora, é possível realizar o check-in em diversos pontos da cidade e despachar as bagagens antes mesmo de ir ao aeroporto. Isso pode ser feito no dia anterior ao voo.

As companhias aéreas realizam todo o trâmite de transporte da bagagem até a aeronave.

É o caso de Dubai (Emirados Árabes Unidos), Seul (Coreia do Sul), Kuala Lumpur (Malásia) e Hong Kong (território da China), entre outros locais.

(Por Alexandre Saconi)

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber