IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Low cost argentina tem voo Rio-Buenos Aires por menos da metade do preço

Vinícius Casagrande

04/07/2019 04h00

Aérea argentina terá voos do Rio de Janeiro para Buenos Aires a partir de 11 de outubro (Divulgação)

Após receber autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar voos entre a Argentina e o Brasil, a companhia aérea argentina de baixo custo Flybondi já iniciou as vendas de passagens para a rota entre Buenos Aires e Rio de Janeiro. O voo estreia no dia 11 de outubro.

Nas datas pesquisadas pelo UOL, os preços da Flybondi chegam menos da metade em relação a outras companhias aéreas que já voam entre as duas cidades.

O preço para o voo inaugural da rota saindo do Rio de Janeiro com destino a Buenos Aires é de 3.626 pesos argentinos (R$ 330). Para retornar dois dias depois, o valor do trecho é de 6.077 pesos (R$ 552). A viagem de ida e volta sai por um total de R$ 882.

Leia também:

Norwegian quer voos do Rio a B. Aires; é sem lanche, mas com wi-fi grátis

O que define uma aérea de baixo custo, que o Brasil tanto quer?

Bahrein afunda Boeing 747 para criar parque de mergulho; veja vídeo

Quatro companhias aéreas (Gol, Latam, Aerolíneas Argentinas e Emirates) já realizam a rota entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires. Em relação à Emirates e à Latam, o preço da Flybondi é mais de 50% menor. Na companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos, o valor da passagem para as mesmas datas é de R$ 1.842, enquanto na Latam o valor é de R$ 1.830.

A passagem mais barata entre as atuais empresas que operam essa rota é da Aerolíneas Argentinas. A passagem de ida e volta nas mesmas datas custa R$ 1.024. Nesse caso, valor cobrado pela Flybondi é 13,87% mais baixo.

Preço mais baixo é em março

O valor mais baixo encontrado no site da Flybondi é para viajar em março. A passagem de ida e volta entre os 18 e 22 sai por 8.182 pesos argentinos (R$ 745). Entre as companhias aéreas que já operam a rota, a Aerolíneas Argentinas têm o menor preço (R$ 1.156), e a Emirates o mais alto (R$ 1.530).

  • Aerolíneas Argentinas: R$ 1.156 (preço da Flybondi é 35,56% menor)
  • Gol: R$ 1.214 (preço da Flybondi é 38,64% menor)
  • Latam: R$ 1.491 (preço da Flybondi é 50,04% menor)
  • Emirates: R$ 1.530 (preço da Flybondi é 51,31% menor)

Ultra low cost

A Flybondi iniciou suas operações na Argentina no início do ano passado. Atualmente, a empresa conta com cinco aviões do modelo Boeing 737-800, voando para 17 destinos na Argentina e no Paraguai. A empresa já transportou 1,6 milhão de passageiros e representa 9% do mercado argentino.

Ela se denomina uma companhia ultra low cost. A empresa cobra por todos os serviços adicionais que vão além do transporte aéreo. Isso inclui desde bagagem e serviço de bordo a até mesmo uma taxa extra para o passageiro que deixar para fazer o check-in no balcão do aeroporto. Para não pagar a taxa de 125 pesos (R$ 11), é necessário fazer o check-in pela internet.

Os brasileiros já estão se acostumando a ter de pagar pelo despacho de bagagem e alimentação a bordo. É assim também na Flybondi. A única diferença é que a aérea argentina de baixo custo tem duas divisões de preço para a bagagem despachada.

A empresa cobra 839 pesos (R$ 76) para malas de até 12 quilos e 1.099 pesos (R$ 100) para bagagem entre 13 quilos e 20 quilos. Acima desse peso, o passageiro tem de pagar 235,29 pesos (R$ 21) para cinco quilos adicionais.

Para a marcação de assento, a Flybondi cobra entre 224 pesos (R$ 22,20) e 307 pesos (R$ 28), dependendo da localização dentro do avião.

A empresa também procura reduzir seus custos nos mínimos detalhes. Para eliminar os cartões de segurança, a Flybondi optou por colar todas as instruções obrigatórias no assento da frente.

Para aumentar a receita, a empresa também vende outros produtos a bordo além das comidas e bebidas. Os mais curiosos são as raspadinhas. Elas custam 20 pesos (R$ 1,80), e o passageiro pode ganhar cupons de descontos para futuras viagens.

Aeroporto alternativo

A diferença mais significativa da Flybondi para as demais companhias aéreas que já operam voos entre o Brasil e a Argentina está no aeroporto de chegada e partida em Buenos Aires. A empresa utiliza o terminal de El Palomar, que até a chegada da Flybondi era apenas uma base aérea militar.

Apesar de pequeno e com poucas lojas e restaurantes, o aeroporto tem a vantagem de ficar um pouco mais próximo ao centro de Buenos Aires. De carro, são 28 quilômetros até a Casa Rosada. A corrida de Uber sai por volta de 580 pesos (R$ 53). A Flybondi vende também o transfer para três pontos de Buenos Aires por 181 pesos (R$ 16,50).

As demais companhias utilizam o aeroporto internacional de Ezeiza. São 32 quilômetros até a Casa Rosada e 700 pesos (R$ 64) de Uber.

Veja como são os pousos em alguns dos aeroportos mais assustadores

UOL Notícias

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.

Mais Todos a Bordo