Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Azul tem maior preço médio de passagem no Brasil; alta foi de 8,5% em 1 ano

Vinícius Casagrande

10/10/2018 04h00

Preços das passagens da Azul teve alta de 8,5% no primeiro semestre (Divulgação)

A Azul teve o maior preço médio de passagem em voos nacionais durante o primeiro semestre deste ano, de R$ 422,56. A Latam teve a tarifa média mais baixa, de R$ 294,33.

Os dados constam do último relatório de tarifas da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Tarifas médias das companhias aéreas no 1º semestre:

  • Azul: R$ 422,56
  • Avianca: R$ 347,01
  • Gol: R$ 321,85
  • Latam: R$ 294,33
  • Média nacional: R$ 342,94

A agência analisa o valor real de todas as passagens vendidas pelas companhias aéreas no país, sem considerar taxas de embarque ou outros serviços. Os valores são informados pelas próprias empresas, e cabe à Anac fiscalizar a veracidade dos dados.

Leia também:

Ainda segundo a Anac, a Azul também foi a que teve o maior reajuste de preços nos primeiros seis meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto na média nacional houve um aumento de 1,5%, a tarifa média da Azul subiu 8,5%. A Gol foi a única que apresentou queda de preço (-2,6%).

Variação da tarifa média em cada companhia aérea:

  • Azul: + 8,5%
  • Avianca: + 0,8%
  • Latam: + 0,5%
  • Gol: – 2,6%
  • Média nacional: +1,5%

Considerando apenas o valor médio por quilômetro pago pelo passageiro, índice chamado de yield, a Azul é novamente a empresa com os maiores valores. O índice da companhia no período ficou em R$ 0,42415 por quilômetro, com um aumento de 2,4% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Yield médio de cada companhia aérea:

  • Azul: R$ 0,42415 por quilômetro (+ 2,4%)
  • Avianca: R$ 0,29897 por quilômetro (+ 1,1%)
  • Gol: R$ 0,27082 por quilômetro (- 0,3%)
  • Latam: R$ 0,22813 por quilômetro ( -0,9%)
  • Média nacional: R$ 0,29548 por quilômetro (+ 0,2%)

Em nota, a Azul afirmou que diversos fatores influenciam no preço da passagem. "Em relação à política tarifária, em geral, os preços variam de acordo com alguns fatores importantes como trecho, sazonalidade, combustível (preço do petróleo), câmbio e infraestrutura aeroportuária, por exemplo", disse.

Mais da metade das passagens abaixo de R$ 300

Apesar de o valor médio das passagens ser de R$ 342,92, a maioria dos passageiros paga valores menores para viajar de avião. Segundo a Anac, 8% das passagens aéreas vendidas no primeiro semestre custaram menos de R$ 100, 26,2% custaram entre R$ 100 e R$ 200, e 21,5%, entre R$ 200 e R$ 300. No total, 55,7% das passagens foram vendidas por menos de R$ 300. As passagens acima de R$ 1.500 representaram 0,6% do total.

Durante o primeiro semestre, o mês de março foi o que apresentou a maior alta de preços, de 10,3%, enquanto em junho houve a maior queda, de 11,6%. Dos seis primeiros meses do ano, quatro apresentaram elevação de preços e, em apenas dois, houve queda (abril e junho).

Leia também:

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.