IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Todos a Bordo

O que acontece se o piloto morre durante um voo?

Todos a Bordo

13/10/2015 06h00

Piloto da American Airlines morreu durante o voo (Foto: Mike Theiler/Reuters)

Piloto da American Airlines morreu durante o voo (Foto: Mike Theiler/Reuters)

O recente caso de um piloto que morreu durante um voo comercial nos Estados Unidos levantou dúvidas sobre o que acontece em casos assim. Os passageiros têm com o quê se preocupar? A resposta é não, porque o voo tem como seguir até um pouso seguro.

O piloto Chris Manno, que já integrou a Força Aérea dos Estados Unidos, é comandante de avião comercial desde 1991 e pilota atualmente um Boeing 737-800, escreveu a respeito em artigo publicado pelo site Mashable.

Ele lembra que piloto e copiloto dividem as responsabilidades no cockpit, de forma que sempre haja um olhar extra sobre os procedimentos. Desta forma, se um dos pilotos passar mal, o outro está habilitado para realizar a aterrissagem.

Além disso, em voos de longa duração há outros pilotos a bordo do avião. Também em voos curtos, é comum a presença de pilotos a caminho de outro voo no qual estarão em serviço ou que estão simplesmente viajando.

Leia também: Fogo, fumaça, água: saiba como é o treinamento para emergências aéreas
Médicos em solo auxiliam a tripulação em emergências durante o voo
Saiba o que as companhias aéreas fazem para ajudar quem tem medo de voar

Manno explica ainda que a tripulação dos aviões é submetida a testes de saúde regularmente e os casos em que comandantes se tornam incapacitados para exercer sua função durante o voo não são comuns. E, quando um piloto passa mal, há um kit médico no avião que qualquer profissional da área médica pode usar para socorro imediato, além de um desfibrilador que os comissários são treinados para usar.

Também é possível entrar em contato com um médico em solo pelo rádio. "Se um dos pilotos ficar incapacitado, o outro vai primeiro cuidar da navegação, para então coordenar a assistência com o médico por meio da ligação", diz o piloto, acrescentando que, a partir da altitude de cruzeiro, um pouso seguro costuma ser realizado em cerca de 30 minutos.

A partir do momento em que um problema médico é comunicado ao controle de tráfego aéreo, o avião ganha prioridade e liberação antecipada para pouso no aeroporto mais próximo e preparado para o procedimento.

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.