IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Após atrasos, Azul recebe 1º Airbus A330neo para voos de longa distância

Vinícius Casagrande

09/05/2019 14h48

Azul recebe 1º Airbus A330neo para voos de longa distância

UOL Notícias

A Azul recebeu na tarde de hoje, em Toulouse (França), seu primeiro Airbus A330neo. O novo modelo é uma evolução do A330, que a empresa já utiliza nas rotas de longa distância para Europa e Estados Unidos.

A entrega do avião acontece com cerca de seis meses de atraso em relação à data prevista. A Azul encomendou cinco aviões do modelo em setembro de 2017. Na época, a previsão era de que o primeiro avião fosse entregue no último trimestre do ano passado.

O programa de desenvolvimento do A330neo sofreu atrasos pela demora na entrega dos motores pela Rolls-Royce. Além disso, o tempo necessário para os testes em voo do novo avião também foi maior do que o esperado inicialmente.

Leia também:

Potência dos motores do Airbus A380 equivale a 386 carros de Fórmula 1

Azul pode se beneficiar com a fusão da Embraer com a Boeing, diz presidente

SP pode ser uma das primeiras cidades a ter táxi voador elétrico da Airbus

A Azul pretendia iniciar os voos com o A330 neo em janeiro deste ano. Por conta dos atrasos, o primeiro voo com o novo modelo deve ocorrer somente em junho.

Apesar dos adiamentos, a Azul é a primeira companhia aérea das Américas a receber o novo modelo de avião da Airbus. A portuguesa TAP foi a primeira empresa do mundo a operar com o A330neo, desde de novembro do ano passado.

O novo avião da Azul terá capacidade para 298 passageiros, sendo 34 na executiva, 96 na econômica Xtra e 168 na econômica. São 27 assentos a mais do que a versão utilizada atualmente pela Azul nos voos de longa distância.

"Essa nova aeronave desempenhará um papel essencial na nossa expansão no mercado internacional, impulsionando nossa estratégia de ter uma frota moderna e eficiente em termos de combustível", afirmou John Rodgerson, CEO da Azul.

A330neo tem economia de combustível de 25%

O novo modelo A330neo recebeu novas asas, melhorias aerodinâmicas e novos motores Rolls-Royce Trent 7000. A sigla neo significa new engine option (nova opção de motor). Segundo a Airbus, essas mudanças geram uma economia de cerca de 25% no consumo de combustível por assento em relação a aeronaves concorrentes da geração anterior.

A versão A330-900neo é avaliada em cerca de US$ 300 milhões. A Azul encomendou as cinco unidades por meio de contrato de leasing com a empresa Avolon. O valor do contrato não foi divulgado.

Por que os voos com o 737 Max foram suspensos no mundo todo

UOL Notícias

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.

Todos a Bordo