IPCA
0.13 Mai.2019
Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Com 737 Max sem voar, Boeing perde mercado? Veja quem são concorrentes

Alexandre Saconi

2004-04-20T19:04:00

04/04/2019 04h00

Após a decisão de suspender os voos dos aviões 737 Max por causa de acidentes seguidos, a Boeing abre uma brecha no mercado para outros modelos de avião se destacarem no mercado.

Além do já consolidado A320neo, da Airbus, outras duas empresas trabalham para lançar no mercado aeronaves que podem se tornar concorrentes diretas: o modelo russo MC-21 e o chinês C919.

Leia também:

A aeronave russa é fabricada pelas empresas Yakovlev e Irkut, integrantes da UAC (United Aircraft Corporation), empresa de capital aberto com a maioria de suas ações pertencentes ao governo da Rússia. A aeronave chinesa é fabricada pelo consórcio Comac (Commercial Aircraft Corp. of China), estatal do país asiático.

Todos os aviões têm performance, dimensões e capacidade similares e podem competir por fatias significativas do mercado.

Airbus deve ser beneficiada de imediato

Para Shailon Ian Abdala Menezes, da consultoria da Vinci Aeronáutica, a posição ocupada pela Boeing e pela Airbus não será tomada por outra empresa tão em breve.

"Vai surgir sim, um grupo chinês daqui a pouco para se tornar um grande player do mercado, independentemente do ocorrido com o 737 Max. O que aconteceu com a aeronave da Boeing vai afetar a empresa no curto prazo, com empresas negociando termos mais favoráveis para a compra da aeronave. Assim, neste momento, quem tem como obter mais vantagem é a Airbus, que já está consolidada", diz Menezes.

Conheça abaixo as características* dos principais aviões do segmento no mercado:

C919

Avião chinês ainda em fase de testes, mas já conta com 815 pedidos, segundo o fabricante. A previsão é que as primeiras entregas ocorram a partir de 2021. Apesar de o preço inicial não ser informado pela fabricante, a imprensa chinesa especula algo em torno de R$ 194 milhões (US$ 50 milhões).
Passageiros: Até 168 passageiros
Envergadura: 35,8 m
Altura: 11,95 m
Comprimento: 38,9 m
Alcance: 5.555 km
Velocidade de cruzeiro: 834 km/h
Preço inicial: Não informado

 

Irkut MC-21

O MC-21 faz parte de uma família de aviões russos com previsão de certificação a partir de 2020. Sua principal compradora é a Aeroflot, que já realizou o pedido de 50 aviões.
Passageiros: Até 230 passageiros
Envergadura: 36,8 m
Altura: 12,7 m
Comprimento: 46,7 m
Alcance: 6.500 km
Velocidade de cruzeiro: 870 km/h
Preço inicial: R$ 373 milhões (US$ 96,1 milhões)

 

A320neo

A família A320neo (que inclui os modelos A319neo, A320neo e A321neo) conta com mais de 500 aviões entregues no mundo. É irmão do A320ceo, que vem com motor diferente da família neo.
Passageiros: Até 194 passageiros
Envergadura: 35,80 m
Altura: 11,76 m
Comprimento: 37,57 m
Alcance: 6.300 km
Velocidade de cruzeiro: 833 km/h
Preço inicial: R$ 426 milhões (US$ 110 milhões)

 

B737 Max

A linha Max está com suas operações suspensas, mas ele é um participante do mercado. Seguem suas características.
Passageiros:
Até 230 passageiros
Envergadura: 35,9 m
Altura: 12,3 m
Comprimento: 43,8 m
Alcance: 6.510 km
Velocidade de cruzeiro: 839 km/h
Preço inicial: R$ 386 milhões (US$ 99,7 milhões)

* As informações são aproximadas e variam, já que as aeronaves possuem diversos modelos em cada família, além do fato de que o comprador pode mudar algumas características da unidade adquirida.

Crédito das imagens: Divulgação/Montagem

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.