IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Aéreas nacionais batem recorde de passageiros em 2018, com 102,4 milhões

Vinícius Casagrande

22/01/2019 14h37

Aviões de companhias aéreas brasileiras no aeroporto de Guarulhos (Vinícius Casagrande/UOL)

As companhias aéreas nacionais bateram recorde no transporte de passageiros no último ano. Entre voos nacionais e internacionais, foram 102,4 milhões de pessoas, segundo dados divulgados nesta terça-feira (22) pela Abear (Associação Brasileira de Empresas Aéreas), que calcula os números apenas das empresas brasileiras.

O ano de 2018 foi o segundo consecutivo de crescimento na procura de passageiros, após dois anos de queda. Em 2018, houve uma alta de 4,1% no total de passageiros. Segundo a Abear, o Brasil registra 22 meses consecutivos de crescimento no número de passageiros em voos domésticos e 27 meses seguidos de alta em voos internacionais.

Leia também:

No mercado de voos domésticos, foram 93 milhões de passageiros, com alta de 4,4% em relação a 2017. O total de passageiros em voos nacionais em 2018 é o terceiro maior, ainda abaixo do registrado em 2014 e 2015, quando foram transportados 94,7 milhões e 94,6 milhões, respectivamente.

O maior crescimento aconteceu nos voos internacionais, com alta de 11,79% em relação a 2017. No total, as quatro empresas brasileiras (Gol, Latam, Azul e Avianca) transportaram 9,4 milhões de passageiros em viagens ao exterior. Foram 985 mil passageiros a mais.

Aviões mais vazios

Apesar do aumento da procura por voos no Brasil, os aviões voaram ligeiramente mais vazios em 2018. É que as companhias aéreas investiram no aumento da frota acima da procura.

Com isso, a taxa de ocupação dos voos nacionais caiu 0,18 ponto percentual em 2018, com uma média de 81,41% de ocupação. A melhor taxa de ocupação nos voos nacionais foi da Avianca, com 84,4% de aproveitamento.

Nos voos internacionais, a queda da taxa de ocupação foi ainda maior, de 2,3 pontos percentuais. Nas viagens ao exterior, os aviões das companhias aéreas brasileiras decolaram com 82,48% dos assentos ocupados. O melhor aproveitamento foi da Azul, com 86,9%.

Total de passageiros em voos nacionais e internacionais

  • 2013 – 95,3 milhões (89,2 milhões em voos nacionais e 6,1 milhões em voos internacionais)
  • 2014 – 101,1 milhões (94,7 milhões em voos nacionais e 6,4 milhões em voos internacionais)
  • 2015 – 101,9 milhões (94,6 milhões em voos nacionais e 7,3 milhões em voos internacionais)
  • 2016 – 95 milhões (87,5 milhões em voos nacionais e 7,5 milhões em voos internacionais)
  • 2017 – 98,2 milhões (89,9 milhões em voos nacionais e 8,3 milhões em voos internacionais)
  • 2018 – 102,4 milhões (93 milhões em voos nacionais e 9,4 milhões em voos internacionais)

Participação das companhias

A Gol foi líder em participação de mercado entre as empresas brasileiras no mercado de voos domésticos, com 35,8%. A empresa transportou 31,5 milhões de passageiros em 2018.

A Avianca, que entrou com processo de recuperação judicial em dezembro, foi a companhia aérea que mais cresceu no mercado nacional. O número de passageiros transportados pela empresa em 2018 teve alta de 8,99%, chegando a 11,6 milhões.

No mercado internacional, o crescimento da Avianca chegou a 201,93%, com um total 656 mil passageiros. Em meio ao processo de recuperação judicial, a Avianca vai cancelar seus voos internacionais a partir de 31 de março.

Participação das aéreas brasileiras no mercado nacional

  • Gol – 35,87%
  • Latam – 32,01%
  • Azul – 18,69%
  • Avianca – 13,42%

Participação das aéreas brasileiras no mercado internacional

  • Latam – 68,47%
  • Azul – 14,61%
  • Gol – 9,64%
  • Avianca – 7,28%

Leia também:

 

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.

Mais Todos a Bordo