Todos A Bordo

Air France lança aérea Joon, nega ser de baixo custo e diz focar nos jovens

Todos a Bordo

Nova empresa terá aviões Airbus A320, A340 e A350 (foto: Divulgação)

A companhia aérea Air France anunciou nesta quinta-feira (20) a criação de uma nova empresa de aviação, a Joon. Segundo a Air France, a nova empresa é “destinada especialmente a jovens profissionais e aos millennials (com idade entre 18 e 35 anos), cujos estilos de vida giram em torno das tecnologias digitais”.

A intenção de criar uma nova companhia aérea havia sido anunciada pela Air France em novembro do ano passado. Na época, o projeto foi visto como uma opção de baixo custo para concorrer com as companhias árabes.

No entanto, nesta quinta-feira a Air France negou que esse seja o propósito da nova empresa. “A Joon não será uma companhia aérea de baixo custo, pois oferecerá produtos e serviços que refletem os conceitos já tão conhecidos da Air France”, afirma a empresa em comunicado.

Segundo a Air France, a Joon deverá iniciar voos de média distância a partir de Paris, na França, em outubro deste ano. Em meados de 2018, a intenção é passar a fazer voos de longa distância. Os voos serão realizados com aviões Airbus dos modelos A320, A340 e A350. Os detalhes sobre destinos, tarifas, produtos e serviços só devem ser divulgados pela companhia a partir de setembro.

Segundo a empresa, uniformes dos comissários seguiram as últimas tendência de moda (foto: Divulgação)

Com a nova companhia aérea, os executivos da empresa esperam aumentar a participação da própria Air France entre o público jovem. “A Joon é a irmã mais nova e complementar da Air France, que também inspirará seus clientes a viajar com sua irmã mais velha”, diz o comunicado da empresa.

O CEO da Joon, Jean-Michel Mathieu, avalia que a criação de uma nova marca aumentará a rentabilidade de todo o grupo Air France-KLM. “Ela vai elevar a rentabilidade do Grupo Air France, permitindo reduzir custos e assegurar a sustentabilidade de seu modelo de negócios”, afirma.

O nome Joon foi escolhido, segundo a Air France, por ser “curto, impactante e internacional”.

Leia também:

Avianca terá voos diretos entre São Paulo e Nova York a partir de dezembro

Este avião é o campeão nas rotas mais longas do mundo, com mais de 16h

Erros e corrupção transformaram aeroporto alemão em vergonha nacional