Todos A Bordo

Treino do A380 inclui remover 500 pessoas em 90 segundos e fazer maquiagem

Todos a Bordo

Simulador do A380 é usado no treinamento de novos tripulantes. Foto: Claudia Andrade/UOL

Trabalhar a bordo do maior avião de passageiros do mundo, o A380, exige um treinamento de oito semanas. No centro de preparação de comissários da Emirates, em Dubai, nos Emirados Árabes, os tripulantes recém-contratados têm aulas de segurança em simuladores, são preparados para lidar com situações de emergência e também recebem dicas sobre apresentação pessoal, o que inclui orientações sobre maquiagem e uso do uniforme.

No final de março, a Emirates começou a usar o A380 na rota São Paulo – Dubai, o primeiro voo comercial regular do gigante para a América do Sul. A configuração do avião tem capacidade para 491 passageiros, nas classes econômica, executiva e na primeira classe, em dois andares.

Um dos escorregadores infláveis utilizados em saídas de emergência do A380. Foto: Claudia Andrade/UOL

Um dos principais pontos do treinamento é aprender como reagir em situações de emergência. Por exemplo, é preciso retirar os quase 500 passageiros do avião em no máximo 90 segundos. Ao todo, o avião tem dez saídas de emergência no andar inferior e seis no superior.

Os tripulantes também aprendem a abrir e fechar as portas do avião. Foto: Claudia Andrade/UOL

No centro de treinamento da companhia aérea há uma réplica do A380, com os escorregadores infláveis usados para saída rápida do avião, e uma piscina usada para simular uma aterrissagem na água.

No simulador são reproduzidas diferentes situações a bordo, incluindo o barulho dos motores no momento da decolagem, ou como seria a visão pela janela do avião no caso de um motor pegar fogo. Há ainda uma sala somente para os comissários aprenderem a abrir e fechar as portas do avião.

Reprodução da classe executiva no centro de treinamento. Foto: Claudia Andrade/UOL

As simulações também são feitas em uma reprodução do Boeing 777, o outro avião operado pela Emirates.

O treinamento aborda também cuidados médicos, uso de equipamentos de segurança e como se defender contra ameaças como sequestro ou ameaça de bomba, por exemplo.

A cada ano, os tripulantes devem voltar ao centro de treinamento por 2 dias para renovar seus conhecimentos e sua licença de voo.

Cuidados com a maquiagem e com os cabelos fazem parte do treinamento. Foto: Claudia Andrade/UOL

Batom vermelho deve combinar com uniforme

O treinamento inicial abrange outros aspectos além da segurança. Um deles é a maquiagem usada pelas comissárias. Na aula, as funcionárias são orientadas sobre cuidados com a pele, sobre como prender os cabelos, e sobre maquiagem.

Por exemplo, aprendem que devem usar batom vermelho num tom que combine com a marca da empresa.

Os homens também participam da aula, com foco maior nos cuidados com a pele. Nesta aula os tripulantes também são orientados sobre os cuidados com o uniforme.

Comissários devem conhecer os produtos vendidos a bordo, como joias. Foto: Claudia Andrade/UOL

10% de comissão na venda de perfumes e afins

Os funcionários também são treinados para vender produtos durante o voo. Eles ganham 10% de comissão sobre o que for vendido.

Segundo a aérea, os tripulantes com melhor desempenho na função chegam a vender entre US$ 10 mil e US$ 15 mil por mês.

BRASIL ENTRA NA ROTA DO A380

No A380, sempre há quatro operadores do duty free e existe um rodízio entre os responsáveis pela função.

O catálogo é o mesmo em todas as rotas e a oferta de produtos muda a cada três meses.

As opções vão de perfumes a joias, passando por cosméticos, relógios, acessórios e produtos infantis. Os preços são variados. Uma caneta Montblanc, por exemplo, pode custar US$ 800 (cerca de R$ 2.500).

Comissários também são treinados para servir as refeições durante os voos. Foto: Claudia Andrade/UOL

Dois funcionários cuidam só do spa com chuveiro

Os comissários também fazem um rodízio para cuidar do bar lounge da classe executiva – todos são treinados em coquetelaria.

Na primeira classe, dois tripulantes cuidam exclusivamente do spa com chuveiro, organizando o uso do espaço, repondo produtos, etc.

(A repórter Claudia Andrade viajou a convite da Emirates)

Leia também:
Foto de passageiro no bar e emoção de tripulante; veja como é voar no A380

Econômica do A380 dá champanhe e salmão à vontade por US$ 100

Fogo, fumaça, água: saiba como é o treinamento para emergências aéreas

O que significam as faixas nos uniformes de pilotos e comissários de avião?