Todos A Bordo

Contra ruído de aviões, aeroporto vai testar pousos mais íngremes

Todos a Bordo

Imagem: Stefan Wermuth/Reuters

Imagem: Stefan Wermuth/Reuters

Quem mora nos arredores de um aeroporto conhece bem o transtorno provocado pelo barulho do tráfego de aviões. A região onde está localizado o aeroporto de Londres Heathrow é uma das que enfrenta esse problema. Para tentar contorná-lo, mudanças serão feitas no processo de aproximação para pouso.

Durante um período de teste que começa no dia 17 deste mês e vai até 16 de março do ano que vem, os aviões devem passar do padrão de 3 graus na aproximação para 3,2 graus. “Heathrow acredita que um ângulo mais íngreme é possível e vai resultar em aproximações mais silenciosas ao aeroporto”, afirmou a administração, em comunicado. Se o resultado for satisfatório, a ideia é aumentar para um ângulo de 3,5 graus.

Quanto mais íngreme o ângulo na descida, menor o tempo que o avião permanece em baixa altitude, o que teria como resultado uma redução no nível de ruído. Segundo o comunicado, a alteração deixará o avião a uma altitude 170 pés acima do usual no momento da aterrissagem. A aproximação a 3,2 graus só será permitida quando houver boas condições de visibilidade.

Leia também: Por ambientes mais silenciosos, aeroportos podem restringir anúncio sonoro
O aeroporto do futuro terá pista de pouso em passarelas no meio da cidade?
Após ser chamado de ''terceiro mundo'', aeroporto em NY vai mudar; veja imagens

A mudança é opcional, mas o aeroporto espera, é claro, a adesão do maior número possível de companhias aéreas que contem com os equipamentos de navegação necessários. Dados serão reunidos com o uso de sensores para verificar se houve mudanças significativas no nível de ruído nos arredores. Os resultados serão publicados em um relatório no final do período de testes.

O piloto comercial e consultor de aviação Douglas M. Moss afirmou à revista Wired que a mudança passará despercebida para quem estiver a bordo do avião. “Será imperceptível para os passageiros”. O aeroporto londrino é um dos mais movimentados do mundo, com 470.695 voos no ano passado e 73,4 milhões de passageiros atendidos.

Em uma sessão de perguntas e respostas sobre a mudança publicada no site de Heathrow uma interessante questão foi abordada. Por que no pequeno aeroporto London City  a aproximação é feita a 5,5 graus? A inclinação maior deve-se a exigências estabelecidas para evitar obstáculos na hora do pouso. Os aviões que aterrissam em aeroportos com essas características são preparados para enfrentar tal situação, o que não é ocorre na maioria dos aeroportos internacionais, incluindo Heathrow.