Todos A Bordo

Arquivo : luxo

Dono de jatinho paga R$ 37 mil para estacionar e embarca sem fila e raio-x
Comentários Comente

Todos a Bordo

Passageiro de jato executivo tem tratamento VIP até no embarque (foto: Divulgação)

Por Vinícius Casagrande

Não importa se você viaja de econômica ou na primeira classe, a rotina de embarque no aeroporto é sempre muito parecida. O passageiro tem de chegar com bastante antecedência, fazer o check-in, despachar as malas, passar pelo raio-x, ir até a sala de embarque e aguardar na fila para só então poder embarcar no avião. Isso, claro, se você for um passageiro de alguma companhia aérea.

Na rotina de quem tem o seu próprio jatinho executivo, até nisso a vida é bem mais simples e agradável. Basta chegar ao aeroporto, caminhar alguns passos e o avião já está pronto para te receber. Aí, é só afivelar o cinto de segurança e decolar.

Como na aviação executiva quem manda é o passageiro, se ele se atrasar ou ainda tiver algum assunto pendente para resolver em terra, é só pedir para o piloto esperar mais um pouco. E nada de correr o risco de perder o voo.

Claro que isso tem um custo. Deixar um avião do modelo Phenon 100 parado num hangar custa em torno de R$ 11 mil por mês, enquanto o modelo Legacy 650 pode ter um custo mensal de R$ 37 mil.

Hangar de estacionamento de jatos executivos da Embraer em Sorocaba (foto: Divulgação)

O Brasil tem a segunda maior frota da aviação geral (excluindo os aviões de companhias aéreas) no mundo com cerca de 15 mil aviões e helicópteros particulares. Com a superlotação dos aeroportos da capital paulista, cidades próximas a São Paulo tem investido fortemente para receber os aviões executivos.

Um exemplo é o aeroporto de Sorocaba, a 100 km de São Paulo. De carro, a viagem leva cerca de uma hora, mas boa parte dos passageiros prefere mesmo é ir de helicóptero em um deslocamento de cerca de 20 minutos. O aeroporto conta atualmente com 50 empresas instaladas e tem pretensão de se tornar um terminal internacional.

Foi lá que a Embraer criou um centro de serviços para a aviação executiva, chamado de FBO (operador de base fixa, na sigla em inglês). O local tem desde uma estrutura completa para receber os passageiros até um hangar para manutenção geral de todos os jatos executivos fabricados pela empresa. Inaugurada no início de 2014, a área de 20 mil m² teve um investimento de US$ 25 milhões.

Sala de embarque do terminal da Embraer em Sorocaba (foto: Divulgação)

Atendimento personalizado ao passageiro

O centro de serviços da Embraer em Sorocaba atende desde os aviões que ficam estacionados no local até aqueles que estão simplesmente de passagem pelo aeroporto. Em todos os casos, a equipe de atendimento tem como principal função satisfazer todos os desejos dos passageiros que passam por ali.

É que, além da estrutura criada para o embarque, o centro de serviços também é responsável pela limpeza dos aviões, hangaragem (estacionamento), abastecimento e até pelas comidas e bebidas que vão a bordo do avião. “Nossa missão é prestar atenção aos mínimos detalhes. A gente sabe até o tipo de café preferido por cada passageiro”, diz Sérgio Tomasella Junior, gerente de relações com o cliente da Embraer em Sorocaba.

A equipe também está pronta para agir caso algum imprevisto aconteça. O gerente da Embraer lembra de um caso no qual o avião apresentou um problema na hora de ligar os motores. Enquanto a equipe de manutenção era chamada para verificar a falha, a equipe de cozinha do centro de serviços já foi acionada para preparar o almoço dos passageiros.

“Conseguimos otimizar o tempo dos passageiros. Enquanto os mecânicos consertavam o problema, eles almoçaram por aqui. Quando chegaram ao seu destino, já foram direto para a reunião que tinham, sem precisar mudar a agenda do dia”, conta.

Centro de serviços oferece manutenção completa dos aviões (foto: Divulgação)

Avião e pilotos também recebem tratamento VIP

O foco do centro de serviços da Embraer, no entanto, não é agradar somente aos passageiros. É que na maior parte do tempo quem utiliza o espaço são os pilotos dos jatos executivos.

Os tripulantes frequentam o espaço até mesmo quando não há nenhum voo programado para aquele dia. Ao assinar um contrato para deixar o avião no hangar, a Embraer coloca também à disposição uma sala exclusiva para eles. É ali que os pilotos trabalham quando estão em solo, revisando a documentação do avião e preparando o plano de voo da próxima viagem.

Há também os aviões que vão até Sorocaba somente para fazer algum tipo de manutenção. A oficina pode atender qualquer modelo de avião executivo fabricado pela Embraer. Atualmente, são 180 jatinhos feitos pela empresa em operação no Brasil.

Aviões são limpos diariamente (foto: Vinícius Casagrande/UOL)

Quando estão estacionados, os aviões também recebem tratamento diário. Além dos cuidados internos, uma equipe de limpeza passa todos os dias no hangar simplesmente para tirar o pó acumulado na fuselagem do avião. “Mesmo que o proprietário resolva fazer um voo de última hora, ele vai sempre encontrar o avião limpo e em total condição de voar”, afirma Tomasella Junior.

Mas esse luxo não é para qualquer um. Jato executivo mais barato da Embraer, o Phenon 100, por exemplo, custa a partir de US$ 4,5 milhões (R$ 14,2 milhões). O valor mensal do estacionamento, com todos os serviços incluídos, fica em torno de R$ 11 mil. Com capacidade para 14 passageiros, o Legacy 650 custa a partir de US$ 26 milhões (R$ 82,1 milhões). Por mês, são mais R$ 37 mil para ter todos os serviços.

Leia também:

Executivo escolherá até bordado de banco em helicóptero de luxo da Airbus

1ª classe ganha cremes, perfumes e bálsamos labiais de Bulgari e Lacroix

O que acontece quando o avião é atingido por um raio durante o voo?

Com telefone, wi-fi e projetores, avião executivo é extensão do escritório


Aviões comerciais viram casa voadora, com chuveiro, quartos e teto virtual
Comentários Comente

Todos a Bordo

Sala de estar de um Boeing 787 na versão executiva (Foto: Divulgação)

Por Vinícius Casagrande

Aviões comerciais como o Boeing 787, o Airbus A320 e o Embraer E190 foram criados para atender as companhias aéreas no transporte de centenas de passageiros. No mercado de superluxo, no entanto, eles são transformados e viram exclusivos para alguns poucos afortunados.

A Boeing e a Airbus possuem uma divisão específica para transformar seus aviões de linha em versões executivas, chamadas de BBJ (Boeing Business Jet) e ACJ (Airbus Corporate Jets). A Embraer, por outro lado, tem uma gama bem maior de aviões executivos, que vai desde o Phenom 100, com capacidade para quatro passageiros, até o Linneage 1000E, uma adaptação do modelo da aviação comercial E190.

Eles viram verdadeiras casas voadoras, com chuveiros, quartos e teto panorâmico virtual. Os preços básicos dos aviões vão de US$ 55 milhões (R$ 180 milhões) a US$ 313 milhões (R$ 1 bilhão). Isso não inclui as personalizações que os donos vão fazer.

Além do maior conforto e luxo a bordo, as versões executivas dos aviões normalmente utilizados pela aviação comercial também ganham mais autonomia e podem fazer voos mais longos. Com menos passageiros a bordo, eles precisam de uma área menor de bagagem. Assim, são instalados tanques extras de combustível.

Quem compra um grande jato executivo pode fazer praticamente qualquer mudança no interior do avião, desde que sua viabilidade seja comprovada e que isso não afete a segurança do voo. Assim, os maiores aviões particulares do mundo se tornam sempre uma peça única, com itens muitas vezes curiosos e bastante incomuns.

Sala de TV do jato executivo Linneage 1000E, da Embraer (Foto: Divulgação)

Jato da Embraer tem chuveiro para duas pessoas

Durante a principal feira de aviação executiva do mundo, a Ebace, realizada no mês passado em Genebra, na Suíça, foi um avião brasileiro que mais chamou a atenção. Tudo por conta de um detalhe um tanto picante.

O Linneage 1000E apresentado na feira internacional conta com um amplo banheiro, que inclui um chuveiro que pode ser utilizado simultaneamente por duas pessoas. E nem precisa ser um banho rapidinho. Um tanque dedicado de 30 galões fornece água suficiente para um banho de chuveiro de 40 minutos. Além disso, há uma apoio dentro do box para auxiliar no equilíbrio dos ocupantes.

Chuveiro instalado no Linneage 1000E (Foto: Divulgação)

O avião, que tem preço básico de US$ 55 milhões (R$ 180 milhões), é de um cliente norte-americano que teve a identidade preservada pela fabricante. Segundo a Embraer, “mesmo admitindo que um chuveiro para dois possa projetar uma imagem equivocada, a intenção única da Embraer era mostrar que o novo espaço para o luxuoso adendo é maior do que os encontrados nos poucos modelos comerciais e de negócios existentes”.

Na versão comercial, o E190 pode levar até 114 passageiros, enquanto o modelo destinado à aviação executiva leva apenas entre 14 e 19 pessoas a bordo. O Linneage 1000E tem autonomia de voo para viagens de até 8.500 km.

Versão executivo do Embraer E190 transporta de 14 a 19 passageiros (Foto: Divulgação)

Os proprietários do Linneage 1000E têm à disposição cinco luxuosos conceitos de design para o interior do avião. Os detalhes do acabamento contam com itens como bar a bordo inspirado na Hollywood dos anos 1930, inspiração na arquitetura art déco de Manhattan, em Nova York, e componentes utilizados nos mais luxuosos iates do mundo.

Mesa de jantar instalada em um Boeing 787 executivo (Foto: Divulgação)

Boeing 787 exclusivo para 40 passageiros

Criado para voos com até 17 horas de duração e capacidade original para mais de 300 passageiros, a versão executiva do Boeing 787 leva apenas 40 pessoas a bordo. A área interna do avião equivale a um apartamento de 223 metros quadrados.

E pode chamar mesmo de apartamento voador. O avião conta com cinco banheiros completos, uma suíte master com cama de casal king size, sala dividida em quatro ambientes e uma área para convidados com 18 poltronas iguais às da primeira classe das companhias aéreas tradicionais.

Os detalhes também estão presentes no acabamento dos móveis a bordo, com as mesas de madeira e poltronas de couro. Na parte tecnológica, os passageiros podem controlar a iluminação, monitores de vídeo, áudio ambiente e transparência das janelas com o uso de tablets.

Cama de casa na suíte master do Boeing 787 executivo (Foto: Divulgação)

Todo esse luxo, no entanto, tem um preço. Com valor estimado de US$ 224 milhões (R$ 733 milhões), o avião ainda teve de sofrer adaptações que custaram mais US$ 100 milhões (R$ 327 milhões). O trabalho de adaptação do novo interior do Boeing 787 foi feito pela empresa norte-americana Kestrel. O projeto foi criado pela empresa especializada em interiores de iates luxuosos Pierrejean Design.

A empresa não revela o nome do proprietário que poderá viajar todo o mundo com luxo e conforto. A única informação confirmada é que o avião foi comprado por um cliente asiático.

Desenho de como deve ficar a área de jantar do Boeing 777 (Foto: Divulgação)

Boeing 777 fará roteiros de luxo

Outro avião criado pela Boeing para voos de longa duração e capacidade para mais de 300 passageiros também foi adaptado para atender a um público bastante seleto. Um Boeing 777-200 LR da empresa de viagens Crystal AirCruises foi transformado em um modelo de luxo destinado a transportar apenas 84 pessoas.

A aeronave deve ser colocada em operação no segundo semestre deste ano para realizar roteiros de viagens com duração de 14, 21 e 28 dias, “para os lugares mais exóticos e remotos do mundo”.

O Boeing terá uma área com bar e quatro mesas de jantar para até 6 pessoas cada uma e poltronas totalmente reclináveis, que viram camas com pouco mais de 1,86 m de comprimento.

Um Boeing 777-200 LR utilizado para a avião comercial custa US$ 313 milhões (R$ 1 bilhão). A empresa não informou, no entanto, o valor investido na personalização da aeronave.

Tela de projeção cria um teto panorâmico no Airbus ACJ320neo (Foto: Divulgação)

Jatos executivos da Airbus têm teto panorâmico

Depois de lançar a nova família de aviões comerciais, que receberam novos motores e melhorias aerodinâmicas, o departamento de aviação executiva da Airbus também já anunciou novos padrões de design para o interior dos aviões.

O mais novo conceito interno é a instalação de um “teto panorâmico” para os passageiros. Segundo a Airbus, a intenção é criar um ambiente mais livre que proporcione relaxamento aos passageiros.

O “teto panorâmico”, no entanto, é criado artificialmente com a instalação de uma grande tela de projeção. A ideia é transmitir imagens do céu que está sendo sobrevoado, mas existe a possibilidade de exibir qualquer outra imagem no teto do avião.

Áreas internas são separadas e equipadas com poltronas de couro (Foto: Divulgação)

Os passageiros contam, ainda, com amplas poltronas de couro, sala de cinema e refeições e uma suíte master com banheiro com chuveiro e cama de casal. Na parte da frente do avião, ficam a área de descanso dos tripulantes e a cozinha.

Com capacidade original para até 195 passageiros, os novos ACJ319neo e ACJ320neo levam somente entre oito e 12 pessoas a bordo. O preço básico de cada avião é de US$ 98 milhões (R$ 320 milhões) e US$ 107 milhões (R$ 350 milhões), respectivamente, sem contar a personalização exigida por cada cliente.

Leia também:

Jatos comerciais têm motor escondido na traseira. Sabe para que ele serve?

Você tem ideia de quanto custa um avião de linhas comerciais normais?

Jato mais vendido da história, Boeing 737 completa 50 anos

COM TELEFONE, WI-FI E PROJETORES, AVIÃO EXECUTIVO É EXTENSÃO DO ESCRITÓRIO


Executivo escolherá até bordado de banco em helicóptero de luxo da Airbus
Comentários Comente

Todos a Bordo

Executivos poderão customizar totalmente o interior do helicóptero (Foto: Divulgação)

A Airbus criou uma nova marca dedicada à produção de helicópteros executivos de luxo. Segundo a empresa, a Airbus Corporate Helicopters (ACH) vai permitir que os clientes possam customizar completamente o interior do helicóptero, escolhendo diversos itens de acordo com suas necessidades, gostos e estilos.

Os proprietários de novos helicópteros da empresa poderão fazer toda a modulação da cabine, definindo o número de assentos, armários de bagagem, tomadas, mesas para computador e até a quantidade de luzes internas. Na decoração, há a possibilidade de definir o revestimento interno entre as opções de madeira, acrílico ou couro, além do tecido e até os bordados dos bancos da aeronave.

Para os helicópteros mais sofisticados, a Airbus já firmou parcerias para a personalização do interior das aeronaves com marcas de luxo como a francesa Hermès e a alemã Mercedes-Benz, além do designer inglês de iates Peder Eidsgaard. Essas marcas já trabalham nos modelos atuais da empresa.

Atualmente, a Airbus oferece pacotes predefinidos de customização. Com a criação da nova marca, os clientes poderão alterar completamente todo o interior da cabine. As opções estarão disponíveis em todos os helicópteros civis da Airbus. Atualmente, a Airbus produz oito modelos.

A empresa não divulgou os valores dos helicópteros. A customização interna será dividida em três categorias:

Linha ACH – Linha básica com design leve e eficiente.

Linha ACH Exclusive – Interior personalizado com requinte de luxo e conforto.

Linha ACH Editions – A mais sofisticada, com a participação de marcas mundiais do mercado de luxo para a composição do interior do helicóptero.

Consultoria técnica e serviço de concierge

Além da personalização interna dos helicópteros, os clientes da Airbus poderão contar, ainda, com uma consultoria especializada para auxiliar os empresários na escolha do melhor modelo para atender suas necessidades.

Outra novidade é um serviço no estilo concierge, prestado pela própria Airbus Corporate Helicopters. A intenção é dar apoio às operações do helicóptero em qualquer lugar do mundo. O serviço também terá como objetivo manter o valor de mercado do helicóptero, com suporte à manutenção e cuidados essenciais.

Segundo o site Helicopter Investor, estima-se que a frota mundial de helicópteros executivos seja de 4.000 unidades. No último ano, foram entregues apenas 103 novos helicópteros, contra 200 de 2012. A expectativa é que o mercado volte a 200 unidades por ano em 2019. Atualmente, os helicópteros da Airbus representam 33% desse mercado.

Nova empresa é inspirada em aviões executivos

A criação da Airbus Corporate Helicopters foi inspirada na marca de jatos executivos da própria empresa, a Airbus Corporate Jets. Na linha de aviões, a empresa trabalha com os modelos utilizados normalmente na aviação comercial de transporte de passageiros.

O mais recente anúncio foi o lançamento da versão executiva do novo A330neo. O avião, utilizado em rotas internacionais de longo alcance e capacidade para mais de 400 passageiros, ganhará uma versão para apenas 25 passageiros e autonomia ainda maior.

O novo ACJ330neo poderá fazer voos diretos entre o Brasil e a China. É que a versão executiva terá tanques extras de combustível, podendo voar por mais de 20 horas sem a necessidade de reabastecimento.

O novo modelo ainda está em testes e deverá realizar o primeiro somente no final do ano. A versão comercial deverá ser entregue em 2018.

Leia também:

Metade dos aviões e helicópteros no Brasil tem mais de 20 anos de uso

Em 1940, helicóptero acomodava uma pessoa e pesava pouco mais de 500 kg

Os novos aviões e helicópteros que voaram pela primeira vez em 2016

AVIÃO EXECUTIVO É EXTENSÃO DO ESCRITÓRIO


1ª classe ganha cremes, perfumes e bálsamos labiais de Bulgari e Lacroix
Comentários Comente

Todos a Bordo

Passageira na primeira classe da Air France (foto: Divulgação)

Viajar na primeira classe do avião não é apenas ter espaço de sobra, boas refeições e atenção integral dos comissários de bordo. Na hora de cuidar da higiene e da beleza, os passageiros também contam com os mais luxuosos e sofisticados produtos disponíveis no mercado.

As principais companhias aéreas do mundo colocam à disposição dos passageiros da primeira classe kits com produtos das mais renomadas marcas do mundo, como Bulgari, Salvatores Ferragamo, Christian Lacroix, Carita, entre outras.

Kit feminino distribuído pela Emirates para passageiras da primeira classe (foto: Divulgação)

Emirates

A companhia aérea Emirates já é conhecida pelo luxo de sua primeira classe, que conta com cabines privativas, chamadas de suítes, bar e até spa com chuveiro. Para aproveitar todas essas mordomias, os passageiros da primeira classe recebem um kit da Bulgari.

As nécessaries são feitas de couro fino e na cor cinza de carvão para homens e cinza pálido para mulheres. Há quatro versões diferentes para cada, feitas exatamente para serem colecionadas pelos passageiros mais frequentes da companhia aérea.

Dentro das bolsas, há cremes faciais, corporais, para as mãos e bálsamo labial. O grande destaque, porém, fica para o frasco de 15 ml do perfume Eau de Cologne, da Bulgari. No spa a bordo, os produtos são da marca irlandesa Voya, conhecida por usar ingredientes orgânicos.

A Emirates também oferece um pijama hidratante para os passageiros da primeira classe. O tecido usado na fabricação da roupa libera um composto de algas marinhas que, de acordo com a aérea, minimiza a desidratação e estimula a circulação. As microcápsulas hidratantes são liberadas conforme o passageiro se movimenta.

Kit da Singapore tem produtos Salvatore Ferragamo (foto: Divulgação)

Singapore Airlines

Os produtos da marca de luxo italiana Salvatore Ferragamo fazem parte dos kits para os passageiros da primeira classe da companhia aérea Singapore Airlines.

Além de produtos tradicionais, como bálsamo labial, creme hidratante facial e para as mãos e produtos de higiene pessoal, os homens recebem um perfume Acqua Essenziale Blu Salvatore Ferragamo de 30 ml. Para as mulheres, há um frasco de 30 ml do perfume Signorina Eleganza.

Na hora de dormir durante o voo, os passageiros da primeira classe recebem um pijama da marca Givenchy.

Passageiros da Etihad recebem bolsas da Christian Lacroix (foto: Divulgação)

Etihad

Uma das principais marcas de moda do mundo, a Christian Lacroix foi a escolhida para desenvolver as nécessaires para a primeira classe da companhia aérea Etihad. A versão feminina foi pensada para também ser utilizada como uma bolsa de mão, enquanto a masculina pode ser usada para guardar tablets.

Os passageiros da primeira classe têm à disposição produtos da marca húngara Omorovicza, que incluem produtos antienvelhecimento e rejuvenescimento da coleção “Ouro”, bálsamo para os lábios, hidratante facial e creme nutritivo para as mãos. Há também itens de higiene bucal, meias, protetores para olhos e ouvidos.

Os produtos da marca Omorovicza também podem ser encontrados nos banheiros destinados aos passageiros da primeira classe nos voos da Etihad.

Marca francesa Carita abastece os kits da Air France (foto: Divulgação)

Air France

Os passageiros da primeira classe da Air France ganharam em fevereiro um novo kit com produtos da marca francesa Carita. Estão à disposição creme facial hidratante, creme antirrugas e para as mãos, bálsamo labial, além de fones de ouvido, pente e caneta.

Dentro do kit há ainda um impresso com desconto para tratamento de cabelo e uma sessão de estilo na La Maison de Beauté Carita Faubourg.

A marca francesa de cosméticos também oferece removedores de maquiagem e tratamentos hidratantes disponíveis a todos os passageiros da La Première, como é chamada a primeira classe da Air France, a qualquer momento durante seu voo.

Nécessaire da ANA Airlines remete a uma mala de viagem (foto: Divulgação)

ANA Airlines

A companhia aérea japonesa ANA oferece kits da Samsonite. As nécessaries lembram malas de viagem em tamanho miniatura. Dentro, há produtos da marca de cosméticos Ginza, com loção energizante, emulsão hidratante, espuma de limpeza cremosa e quatro almofadas de algodão facial, além de itens de higiene bucal, máscara facial e protetores de ouvido.

Os passageiros ainda têm à disposição um pijama completo, feito de malha dupla. A roupa vem embalada em uma bolsa do mesmo material, que, segundo a empresa, é perfeita para levar o pijama para casa após o voo.

Kits femininos da British Airways tem inspiração floral oriental (foto: Divulgação)

British Airways

A British Airways introduziu os novos kits para os passageiros da primeira classe em janeiro deste ano. Os novos produtos foram inicialmente distribuídos nos voos entre Londres e Los Angeles, mas a expectativa da companhia é que até o final do ano estejam em todos os voos da empresa.

Os novos kits foram desenvolvidos pela sofisticada loja Liberty London e contam com produtos da Aromatherapy Associates. As nécessaries são divididas nas versões masculina e feminina. Para os homens, foi escolhido o preto, enquanto a das mulheres foi inspirada nos florais orientais.

Kit da Delta tem produtos da Khel’s e da Tumi (foto: Divulgação)

Delta

Os kits da Delta são compostos de bálsamo labial e loção para mãos e para o corpo, com aloe vera e aveia, da marca Kiehl’s. Há ainda caneta, protetor para os olhos e meias listradas da Tumi. O kit é completado com pasta dental Crest, lenços, enxaguante bucal e protetor de ouvidos.

Todos os produtos são distribuídos em uma nécessaire rígida nos voos que partem dos Estados Unidos e em uma embalagem mais mole nos voos com destino aos Estados Unidos. Segundo a companhia, a diferença é para que o passageiro possa aumentar a sua própria coleção de mimos de companhias aéreas.

Os kits mais sofisticados, no entanto, não estão disponíveis em todos os voos. Eles são oferecidos somente nos voos transoceânicos e entre os aeroportos de Nova York (John F. Kennedy) e Los Angeles.

Produtos de luxo fazem parte do kit da American Airlines (foto: Divulgação)

American Airlines

Os passageiros da primeira classe da American Airlines contam com produtos das marcas Cole Haan, 3LAB Skincare, C.O. Bigelow Apothecaries e Clark’s Botanicals. A companhia aérea conta com três tipos diferentes de acordo com a duração do voo.

Nos voos internacionais, são utilizados produtos da 3LAB, como creme hidratante corporal e para as mãos, bálsams labial, gel antisséptico para mãos, enxaguante bucal, lenços, caneta e protetor macio para fones de ouvidos. Há também meias, protetor para os olhos e itens de higiene pessoal. Os produtos são embalados em nécessaires da Cole Haan.

O itens da C.O. Bigelow Apothecaries são distribuídos na classe executiva dos voos internacionais, enquanto os produtos da Clark’s Botanicals estão presentes na primeira classe dos voos domésticos da companhia aérea.

Leia também:

Maior avião do mundo, A380 estreia no Brasil com 1ª classe a R$ 57 mil

Fotos mostram como primeira classe se distraía durante voos na década de 60

Aeroporto de Paris tem mordomia para adulto e criança da classe econômica


Maior avião de passageiros do mundo terá bar com cortina à prova de som
Comentários Comente

Todos a Bordo

Emirates fará mudanças no bar a bordo do A380. Foto: Divulgação

A companhia aérea Emirates vai remodelar o lounge bar destinado a passageiros da primeira classe e da classe executiva nos aviões A380, o maior avião de passageiros do mundo. O objetivo, segundo o presidente da empresa, é aumentar o espaço para interação.

A nova configuração está sendo instalada pela Airbus em um dos novos A380 que serão entregues à companhia. O avião está previsto para entrar em operação em julho deste ano. Ainda não se sabe se algum avião que fará a rota São Paulo – Dubai a partir do final de março poderá vir a ter o novo espaço.

“Em nossa última renovação, tivemos como inspiração as cabines privativas de iates, aumentando o espaço de assento, além de torná-lo ainda mais intimista e propício para que os passageiros possam socializar e aproveitar o serviço oferecido”, diz Tim Clark, presidente da aérea dos Emirados Árabes.

Vídeo da Emirates mostra como vai ficar o novo bar a bordo

Mudanças

A principal alteração será na disposição dos assentos. Uma área do lounge terá mesas e poltronas colocadas frente a frente, com vista para a janela. Na configuração atualmente em vigor, os assentos são como bancos encostados na fuselagem, deixando os passageiros de costas para as janelas.

O espaço também terá cortinas à prova de som separando o lounge das outras áreas do avião, além de cores mais claras e nova iluminação. A novidade será mostrada ao público pela primeira vez em uma feira de turismo em Berlim, na Alemanha, em março.

Veja fotos e compare o lounge atual com o projeto que está sendo preparado pela Emirates:

Novo lounge que está sendo preparado pela Emirates para o A380. Foto: Divulgação

Como é hoje a área onde fica o bar no A380 da Emirates. Foto: Divulgação

Veja como é voar no A380 da companhia aérea Emirates


Leia também:
Apenas 13 empresas têm o maior avião do mundo em sua frota; veja quais são
Pistas de Guarulhos são alargadas para voos diários do maior avião do mundo
Você tem ideia de quanto custa um avião de linhas comerciais normais?


Pijama hidratante é novo mimo oferecido pela melhor aérea do mundo
Comentários Comente

Todos a Bordo

Pijama com efeito hidratante para clientes vip. Foto: Divulgação/Emirates

Pijama com efeito hidratante para clientes vip. Foto: Divulgação/Emirates

Eleita a melhor companhia aérea do mundo em 2016, a Emirates passou a oferecer novos mimos para seus clientes da primeira classe. Se o ar seco a bordo é um problema que atinge todos os passageiros, os que viajarem na primeira classe poderão amenizar o desconforto com pijamas hidratantes – sim, algumas empresas oferecem pijamas aos clientes vip.

O tecido usado na fabricação da roupa libera um composto de algas marinhas que, de acordo com a aérea, minimiza a desidratação e estimula a circulação. As microcápsulas hidratantes são liberadas conforme o passageiro se movimenta.

Quem quiser, pode levar a roupa para casa depois do voo – a promessa é que o pijama manterá a ação hidratante ao longo de dez lavagens.

O pijama é distribuído junto com pantufas e máscara para dormir. A distribuição é feita somente em voos longos, realizados no período noturno.

Cobertores

Os clientes da primeira classe recebem ainda um cobertor de pele de carneiro sintética para dormir. A peça também está disponível na loja virtual da Emirates por US$ 60 (cerca de R$ 190).

Para a classe executiva, em alguns voos são distribuídos edredons. Na classe econômica, a aérea investiu em sustentabilidade, com novos cobertores feitos de garrafas pet recicladas. Segundo a empresa, até o fim de 2019, os cobertores ecológicos terão evitado que 88 milhões de garrafas plásticas virassem lixo – o equivalente ao peso de 44 aviões A380.

Kit feminino distribuído pela Emirates para passageiras da primeira classe. Foto: Divulgação

Kit feminino distribuído pela Emirates para passageiras da primeira classe. Foto: Divulgação

Spa completo

O gigante A380, o maior avião de passageiros do mundo, que passará a fazer voos regulares na rota São Paulo – Dubai a partir do final de março, é famoso pelo spa a bordo, com chuveiro para os clientes da primeira classe.

Esses passageiros privilegiados da Emirates também recebem vários produtos para aproveitar seu tempo no spa. A aérea renovou a seleção oferecida a bordo, com uma linha exclusiva criada pela marca irlandesa Voya, conhecida por usar ingredientes orgânicos.

São itens como xampu, condicionador, sabonete líquido, hidratante corporal e creme para as mãos, entre outros. Alguns produtos podem ser encontrados também nos lounges da Emirates nos aeroportos.

Para completar, um kit da marca italiana Bulgari é oferecido para clientes da executiva e da primeira classe – para estes, os mimos vêm dentro de um nécessaire de couro.

Leia também:

Quer voar no gigante A380, que terá voos diários de SP? Veja rotas e preços

Sala de aeroporto da Qatar tem spa, salão de jogos e cama ganha 7 estrelas

A R$ 256 mil, passagem aérea inclui cama de casal, sala de estar e chuveiro


Por R$ 600 mil, avião leva passageiro para viver Ano-Novo duas vezes
Comentários Comente

Todos a Bordo

Foto: Divulgação/Gulfstream

Foto: Divulgação/Gulfstream

Uma empresa de voos privativos está oferecendo um itinerário para quem não se contenta em celebrar o Ano-Novo uma única vez. A ideia é permitir que o cliente possa comemorar a chegada de 2017 duas vezes: uma em Sydney, na Austrália, e outra em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Obviamente a extravagância tem um preço: 151 mil libras (ou R$ 606 mil) – só de ida.

A diferença de fuso horário entre as localidades australiana e norte-americana é de 19 horas.

Para percorrer a distância entre os dois réveillons, a empresa britânica PrivateFly usa um jato executivo G650ER, da Gulfstream, que tem autonomia de cerca de 14.000 km. O avião está configurado para levar até 18 passageiros.

A decolagem de Sydney foi prevista para as 2 horas da manhã, pelo horário local. Durante aproximadamente 12 horas de voo, a festa pode continuar a bordo, regada a vinho e espumante.

Se a opção for pelo descanso antes da segunda comemoração, o avião tem cama de casal, chuveiro e guarda-roupa, além de poltronas que reclinam totalmente.

A chegada a Los Angeles é prometida para as 19 horas locais do dia 31 de dezembro.

Em um site de buscas de passagens aéreas, as opções de voos diretos entre Sydney e Los Angeles mostram voos com cerca de 14 horas de duração, mas não em horário que permita comemorar o réveillon duas vezes.

Voo mais curto também com festa dupla

Uma viagem bem mais simples e curta também é uma opção para comemorar a chegada de 2017 duas vezes. Basta um voo de pouco menos de 4 horas de duração entre Auckland, na Nova Zelândia, e Rarotonga, nas Ilhas Cook.

Esse voo comercial pode sair por menos de R$ 2.000, na classe econômica.

Mesmo funcionando na prática como um território neozelandês – o status é de país “em livre associação” – o território na Oceania está atualmente 23 horas atrás em relação ao fuso horário da Nova Zelândia. Tempo de sobra para festejar nos dois países.

Leia também:
Feira em SP tem jato de luxo de R$ 188 milhões que voa até Moscou sem parar

Volta ao mundo em jato vip chega ao Brasil custando US$ 108 mil por pessoa


Sala de aeroporto da Qatar com spa, salão de jogos e cama ganha 7 estrelas
Comentários Comente

Todos a Bordo

Sala VIP Al Safwa Lounge da Qatare, Doha, ganhou o selo sete estrelas (Imagem: Divulgação)

Sala VIP Al Safwa Lounge da Qatar, em Doha, ganhou o selo sete estrelas (Imagem: Divulgação)

As companhias aéreas do Oriente Médio são conhecidas em todo o mundo pelo luxo a bordo dos seus aviões, especialmente para quem viaja em primeira classe. Mas não é somente no ar que os passageiros podem aproveitar do mais alto luxo e conforto.

Depois de uma longa viagem, enquanto aguarda a conexão para seu próximo voo, nada melhor do que um belo banho, uma refeição exemplar e até mesmo algum tempo de sono para se preparar para o próximo trecho.

Para atender às expectativas dos passageiros mais exigentes, as empresas Qatar Airways e Emirates Airlines investiram pesado em suas salas VIPs presentes em Doha e em Dubai, respectivamente.

A sofisticação é tanta que o lounge da Qatar no aeroporto de Doha acaba de ser reconhecido como a primeira sala VIP do mundo com o selo sete estrelas, durante a premiação do Seven Star First Class Lounge Award.

Inspirado pelo Museu de Arte Islâmica de Doha, o Qatar Airways Al Safwa First Lounge apresenta uma série de instalações de arte islâmica e artefatos emprestados pelo museu nacional de Doha como parte de uma contínua parceria.

Voltado exclusivamente para os passageiros que voam na primeira classe, o lounge conta com restaurante à la carte, business center, um luxuoso spa, salão de jogos e entretenimento e uma área dedicada às famílias.

Para se renovar completamente, a sala VIP ainda tem quartos privativos com cama, TV e chuveiro. Se a permanência for mais curta, é possível descansar no amplo salão do lounge com hospitalidade árabe do Qatar.

Lounge da Emirates, em Dubai, passou por uma reforma de R$ 35 milhões (Imagem: Divulgação)

Lounge da Emirates, em Dubai, passou por uma reforma de R$ 35 milhões (Imagem: Divulgação)

Emirates inaugura sala VIP em Dubai

Logo após a Qatar receber o selo sete estrelas, foi a vez da Emirates anunciar a conclusão da reforma do seu lounge no aeroporto de Dubai. As melhorias levaram dois anos para serem concluídas a um custo de R$ 35 milhões.

Com acesso permitido aos passageiros da classe executiva e primeira classe, o lounge foi ampliado em 40% e passa a ter capacidade para até 1.500 passageiros.

Entre as novidades do lounge da Emirates, estão um bar exclusivo da marca de champanhe Moët & Chandon, com toda a linha de produtos da empresa, novo serviço de preparação de drinques da Costa Coffe, SPA da marca Voss e um novo restaurante.

Leia mais:

Luxo em aviões inclui cama de casal, banco de couro e banheiro privativo

Com crise do petróleo, Emirates estuda criar classe econômica chique

Viajar de executiva chega a custar 7,5 vezes o valor da classe econômica


Luxo em aviões inclui cama de casal, banco de couro e banheiro privativo
Comentários Comente

Todos a Bordo

Algumas companhias aéreas têm investido em tantos itens de alto luxo para um grupo seleto de clientes que criaram espaços a bordo capazes de superar o que se chamaria de primeira classe.

Além de dar nomes diferentes para esses locais privilegiados dentro do avião, as empresas oferecem serviços especiais.

O site Oyster, especializado em avaliações de hotel, listou algumas das maiores extravagâncias encontradas a bordo. Saiba mais sobre elas:

Etihad Residence

Na The Residence, como a companhia aérea dos Emirados Árabes chama sua classe exclusiva.

As suítes de luxo para duas pessoas no A380 têm espaço com três ambientes: sala de estar, dormitório e banheiro privativo com chuveiro. O preço também vai às alturas: em maio deste ano, o jornal britânico Daily Mail divulgou que a passagem de Nova York a Mumbai estava custando US$ 38 mil (quase R$ 121 mil) cada trecho.

Na sala, o sofá é revestido em couro e fones de ouvido antirruído podem ser usados para assistir à televisão tela plana de 32 polegadas. No quarto, a cama de casal tem 2,08 metros de comprimento e há outra TV de tela plana, com 27 polegadas. É possível tomar café da manhã na cama.

Há roupões de banho, espelho de aumento para maquiagem e secador à disposição no banheiro.

Se o passageiro precisar de mais alguma coisa, pode recorrer ao mordomo que trabalha a bordo. A equipe de apoio também oferece serviço de concierge que pode, por exemplo, reservar um motorista ou cuidar do check-in.

Singapore Airlines Suites

A companhia aérea oferece cinco tipos diferentes de cabines, sendo a principal chamada de Suítes. São 12 cabines individuais, disponíveis somente no Airbus A380-800.

Os espaços têm portas deslizantes e cortinas, além de uma cama separada da poltrona – que tem estofamento de couro e quase 90 centímetros de largura. Quem viajar junto com o parceiro em cabines lado a lado pode transformá-las em um quarto duplo.

Uma mesa com altura ajustável pode ser usada para trabalho ou para refeições. A cabine tem detalhes em couro e madeira e foi criada pelo designer francês Jean-Jacques Coste, conhecido pelos projetos de iates de luxo.

Shower Spa da Emirates

A Emirates também colocou chuveiros a bordo de seus aviões A380. Os espaços, chamados de Shower Spa, podem ser usados por até meia hora por cada um dos 14 passageiros que ocupam as suítes privativas.

Eles têm à disposição produtos de banho da grife italiana Bvlgari. E ainda podem aproveitar o bar instalado no andar superior da aeronave.

Conheça os detalhes do avião da Emirates que voou para São Paulo no ano passado.

Lufthansa: vinhos especiais

Na Lufthansa, o luxo vem em garrafas. E taças. A carta de vinhos – que muda mensalmente – tem uma seleção cuidadosa, composta sob a consultoria do alemão Markus Del Monego, que já conquistou o título de melhor sommelier do mundo.

Os passageiros podem escolher entre quatro rótulos de tinto e quatro de branco de algumas das mais conhecidas regiões produtoras de vinho. A companhia aérea afirma que são selecionados somente vinhos muito especiais, considerados pelo sommelier “fora do comum”.

Uma curiosidade: em 2010, a Lufthansa serviu aos passageiros da classe executiva um Cabernet-d’Anjou produzido em uma propriedade do ator francês Gérard Depardieu na região do Vale do Loire.

Air France: culinária estrelada

Prato com lagosta criado pelo chef Daniel Boulud para a Air France (Foto: Divulgação)

Prato com lagosta criado pelo chef Daniel Boulud para a Air France (Foto: Divulgação)

O Oyster destaca a culinária como uma extravagância nos voos da Air France.

A aérea aposta em nomes estrelados, como o de Daniel Boulud, que comanda um restaurante duas estrelas Michelin em Nova York. Suas criações estarão disponíveis até março do ano que vem nos voos da classe Première saindo de NY, Los Angeles ou Washington com destino a Paris.

Sob a batuta do chef, são servidas combinações inusitadas. Entre as opções há robalo em folhas de videira, farro (um tipo de cereal), za’atar (mistura de especiarias) e uvas; lagosta, molho curry de coco, arroz negro e acelga chinesa. Ou ainda bife apimentado, cranberry, abóbora e creme de espinafre.

Ele também assina alguns pratos servidos na classe Executiva.

Leia também:
Empresa de cruzeiros transforma Boeing 777 em avião de luxo
Feira em SP tem jato de R$ 188 milhões que voa até Moscou sem parar
Jato para 19 pessoas tem interior inspirado em vagões de trem de luxo


Empresa de cruzeiros transforma Boeing 777 em avião de luxo
Comentários Comente

Todos a Bordo

Foto: Cortesia da Crystal Cruises

Imagem: Cortesia da Crystal Cruises

Um Boeing 777-200 LR pode levar mais de 300 passageiros em uma configuração comum. Agora imagine esse mesmo avião transformado em um modelo de luxo destinado a transportar apenas 84 pessoas. Um modelo desse tipo está sendo preparado por uma empresa americana especializada em cruzeiros que quer oferecer viagens de alto luxo para seus clientes.

A aeronave deve ser colocada em operação no segundo semestre do ano que vem. A Crystal AirCruises prepara roteiros de viagens com duração de 14, 21 e 28 dias, “para os lugares mais exóticos e remotos do mundo”.

Os preços ainda não foram divulgados oficialmente, mas, em maio deste ano, uma reportagem da rede americana CNN indicou que uma viagem de 28 dias pode custar US$ 100 mil por pessoa (aproximadamente R$ 322 mil).

Desenho de como deve ficar a área de jantar do avião de luxo (Foto: Cortesia da Crystal Cruises)

Desenho de como deve ficar a área de jantar do avião de luxo (Imagem: Cortesia da Crystal Cruises)

O Boeing terá uma área com bar e quatro mesas de jantar para até 6 pessoas cada uma e poltronas totalmente reclináveis, que viram camas com pouco mais de 1,86 m de comprimento.

A descrição dos serviços que serão disponibilizados a bordo não economiza nas promessas de luxo: refeições preparadas por um chef de cozinha a bordo e inspiradas em restaurantes premiados com estrelas Michelin, além de serviço de mordomo e concierge.

Há ainda outros mimos: fones de ouvido antirruídos, iPads, WiFi grátis, TV de 24 polegadas com programação à escolha do cliente, edredom, cobertor, travesseiro e almofada para a lombar personalizados.

Imagem: Cortesia da Crystal Cruises

Imagem: Cortesia da Crystal Cruises

“Até mesmo os viajantes mais experientes e convidados que já navegaram muitas vezes em nossos cruzeiros oceânicos premiados vão apreciar as novas oportunidades de explorar lugares impossíveis de serem alcançados pela água, com todo o serviço personalizado com a assinatura Crystal e o mais elevado padrão de luxo a cada ponto da viagem”, afirmou o diretor-executivo da Crystal Cruises, Edie Rodriguez.

Assentos totalmente reclináveis da aeronave modificada (Imagem: Cortesia da Crystal Cruises)

Assentos totalmente reclináveis da aeronave modificada (Imagem: Cortesia da Crystal Cruises)

Leia também:
Com mais de 150 modelos de aviões, Boeing completa 100 anos
Feira em SP tem jato de luxo de R$ 188 milhões que voa até Moscou sem parar
Designer de caneta Montblanc, champanhe e Apple Watch decora jato de luxo
Jato para 19 pessoas tem interior inspirado em vagões de trens de luxo