IPCA
0.13 Mai.2019
Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Mala grande de mão passa a ser barrada em aeroportos de SP e Rio na segunda

Vinícius Casagrande

2012-05-20T19:04:00

12/05/2019 04h00

Agentes medem as malas de mão dos passageiros com uma caixa de papelão no aeroporto de Congonhas (Lucas Borges Teixeira/UOL)

As companhias aéreas vão começar a barrar nesta segunda-feira (13), nos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Goiânia (GO) e Porto Alegre (RS), o embarque dos passageiros com malas de mão acima do tamanho máximo permitido. A medida também já entrou em vigor em outros sete aeroportos e passa valer nos terminais de Guarulhos (SP) e Salvador (BA) no próximo dia 23.

Nas primeiras semanas, a campanha da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) era apenas educativa para informar os passageiros sobre o tamanho permitido da bagagem de mão. Mesmo com malas acima dos limites máximos, o embarque do passageiro era liberado.

Leia também:

Mesmo com mala de mão no padrão, aviões não têm espaço para todos

Aéreas cobram R$ 1.000 por 1 mala de 23 kg em voo internacional ida e volta

Comissão aprovou, mas volta da bagagem gratuita pode não entrar em vigor

A partir de amanhã, no entanto, quem estiver com malas maiores terá de retornar ao balcão de check-in para fazer o despacho da bagagem e pagar as taxas, caso o bilhete não inclua esse transporte.

A fiscalização é feita antes mesmo de o passageiro entrar na área de raio-x de segurança. A fiscalização será feita com uma caixa que serve como gabarito para verificar se a mala está dentro dos padrões estabelecidos pelas empresas.

Divulgação/Abear

Tamanho é igual em todas as companhias

As quatro companhias aéreas brasileiras adotaram um mesmo padrão. O tamanho máximo das malas de mão é de 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Essas medidas incluem todas as partes da mala, como as rodinhas, as alças laterais e o puxador. Não é só o "corpo" da mala. Além do tamanho, o peso da mala não pode ser superior a dez quilos, mas a fiscalização não está pesando as malas por enquanto.

O passageiro deverá colocar sua bagagem dentro dessa caixa. Se ela couber, poderá embarcar normalmente. Se a mala for maior que a caixa, o passageiro terá de voltar ao check-in para fazer o despacho da bagagem.

Se o passageiro se recusar a retornar ao check-in e quiser entrar na área reservada do aeroporto com a mala acima do tamanho máximo permitido, os agentes da Abear irão informar a companhia aérea, e ele será barrado no portão de embarque.

Quem estiver com a mala acima dos limites máximos e tiver que retornar ao balcão de check-in ainda corre o risco de se atrasar para o embarque e perder o voo. Nesse caso, terá de ser realocado em um próximo voo da companhia, mas sem custo extra, segundo a Abear.

A Abear afirmou que "o objetivo é agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque, evitando atrasos e trazendo maior conforto para todos os passageiros". As companhias aéreas alegam que, após o início da cobrança pela bagagem despachada, os passageiros passaram a levar malas de mão maiores.

No entanto, caso todos os passageiros levem uma mala de mão dentro do tamanho permitido, ainda assim não haveria espaço para todas bagagens dentro da cabine da aeronave, já que os bagageiros não têm espaço suficiente. Nesse caso, as malas excedentes precisam ser transferidas para o porão do avião, mas sem cobrança adicional.

Quanto custa despachar bagagem?

As companhias aéreas cobram valores idênticos para o despacho de bagagem, com apenas uma pequena variação da Latam. Veja abaixo:

Gol:

  • 1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
  • 2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
  • 3ª a 5ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto

Latam:

  • 1ª mala: R$ 59 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
  • 2ª mala: R$ 99 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
  • A partir da 3ª mala (cada): R$ 139 com antecedência e R$ 220 no aeroporto

Azul:

  • 1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
  • 2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
  • 3ª a 5ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto

Avianca:

  • 1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
  • 2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
  • 3ª a 10ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto

Veja caminho que sua mala faz no aeroporto depois de despachada no check-in

UOL Notícias

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.