Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Voos da Avianca operam normalmente após pedido de recuperação judicial

Vinícius Casagrande

2012-12-20T18:12:35

12/12/2018 12h35

Diego Padgurschi /UOL

Um dia após a divulgação do pedido de recuperação judicial da Avianca Brasil, os voos da companhia aérea operam normalmente nesta quarta-feira (12).

Segundo a Infraero, dos 55 voos da Avianca programados até as 12h nos aeroportos administrados pela estatal, três foram cancelados. No mesmo período, a Gol também teve três cancelamentos e a Latam, quatro.

Leia também:

No aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, houve pelo menos mais três voos cancelados entre as mais de 40 partidas e chegadas previstas da Avianca.

Segundo a assessoria de imprensa de companhia aérea, os cancelamentos não têm relação com o pedido de recuperação judicial. A empresa afirma que os voos foram cancelados devido a serviços de manutenção não programada nos aviões. Disse também que os passageiros foram avisados dos problemas e reacomodados em outros voos.

Um dos passageiros afetados foi o autonômo Gleyson Silva. Ele tentava viajar de São Paulo a Belém (PA) na manhã desta quarta, com conexão em Brasília. No entanto, o voo entre o aeroporto de Guarulhos e Brasília foi cancelado.

Gleyson foi reacomodado no voo 6102, que parte direto de Guarulhos para Belém às 20h05. "Não explicaram o motivo do cancelamento, e agora vou ter de passar o dia inteiro no aeroporto. Foi única opção que me ofereceram", afirmou.

No aeroporto de Guarulhos, ao menos três voos da Avianca foram cancelados na manhã desta quarta-feira (12)

Empresa afirma que manterá todos os voos

Nesta quarta-feira, a Avianca divulgou uma nota reafirmando que manterá todos os voos previstos e que as operações da companhia não serão afetadas pelo pedido de recuperação judicial. "Os passageiros podem ter absoluta tranquilidade em fazer suas reservas e adquirir seus bilhetes, pois todas as vendas serão honradas e os voos, mantidos", disse.

Segundo a empresa, o pedido de recuperação judicial foi necessário "devido à resistência de arrendadores de suas aeronaves a um acordo amigável no processo de negociação em curso".

A Avianca corria o risco de perder 14 aviões em processos movidos por empresas de leasing (aluguel) de aeronaves por atrasos no pagamento. "A empresa esclarece que está totalmente em dia com o pagamento dos aeroportos onde opera nacional e internacionalmente, e o não pagamento de seus arrendadores nesse último mês estava relacionado ao processo de negociação", afirmou.

Com o pedido de recuperação judicial, a Avianca conseguiu evitar que os 14 aviões fossem apreendidos, como solicitavam as empresas de leasing. 

Veja caminho que sua mala faz no aeroporto depois de despachada

UOL Notícias

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.