PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Gol inaugura serviço de despacho automático de bagagem no Galeão (RJ)

Todos a Bordo

24/08/2018 16h17

Serviço de autodespacho de bagagem começou nesta sexta-feira (Vinícius Casagrande/UOL)

Por Vinícius Casagrande

A Gol inaugurou nesta sexta-feira (24) o primeiro serviço de autodespacho de bagagem do Brasil. O serviço começou a funcionar por volta das 13h20 no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. O próprio passageiro imprime as etiquetas para colar na mala e despacha a bagagem.

No início, apenas quatro dos 30 guichês da Gol serão dedicados ao serviço automatizado, que estará disponível apenas para voos nacionais . "Nossa experiência em aeroportos da Europa mostra que o sistema reduz em mais da metade o tempo para o despacho de bagagem", afirmou Elbson Quadros, vice-presidente da Sita para a América Latina, empresa que desenvolveu o sistema.

A expectativa da empresa é que o passageiro demore cerca de 40 segundos para realizar o despacho da bagagem. Enquanto um guichê com atendente tem capacidade para cerca de 20 passageiros por hora, o autodespacho pode atender até 60 passageiros por hora.

Leia também:

Nova aérea "econômica" começa a operar no Brasil, ligando Fortaleza e Paris
Empresa asiática é eleita melhor aérea de baixo custo pelo 10º ano seguido
Avião leva até 7.000 itens por voo só para serviço de bordo de passageiros

A gerente operacional de aeroportos da Gol, Ana Cristina Souza, afirmou que até o final do ano o autodespacho de bagagem será implementado também no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. "Estamos em uma fase experimental, avaliando a aceitação do passageiro, para depois pensar na expansão do sistema", disse.

 

Como funciona o autodespacho

Quando o passageiro realiza o check-in nos totens de autoatendimento da Gol, a máquina imprime o cartão de embarque e a etiqueta da mala que será despachada. Mesmo quem fizer o check-in online terá que imprimir a etiqueta da bagagem no aeroporto.

Depois de colocar a etiqueta na mala, o passageiro vai para o guichê de autodespacho. Na máquina, basta escanear o cartão de embarque e a etiqueta da bagagem.

Se a mala estiver dentro dos padrões de peso e tamanho (a própria máquina faz a checagem), a bagagem segue direto para a esteira, e o sistema imprime o recibo da mala.

Caso a bagagem esteja acima do peso permitido ou a passagem não inclua o despacho gratuito de mala, o passageiro deve se encaminhar ao atendimento tradicional para pagar as taxas necessárias.

A gerente operacional da Gol afirmou que funcionários da companhia irão auxiliar os passageiros com dificuldade para utilizar o equipamento. "Acho que o principal problema é a insegurança do passageiro, mas acreditamos que haverá uma adaptação rápida", disse.

Infraero terá sistema em sete aeroportos

A Infraero anunciou em maio que pretende implementar o sistema de autodespacho de bagagem até o próximo ano. O primeiro a receber o novo serviço será o aeroporto de Recife (PE). No início do ano que vem, o serviço estará disponível nos aeroportos de Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Curitiba (PR), Belém (PA), Goiânia (GO) e Maceió (AL).

O vice-presidente da Sita afirmou que, nos aeroportos administrados pela Infraero, o sistema será compartilhado por todas as companhias aéreas que operam no terminal.

Leia também:

Jato mais barato do mundo pode ser financiado em 60x; veja valor da parcela
Avião chinês quer entrar no mercado brasileiro para fazer voos regionais
Acompanhamos a entrega de um avião 0 km da Embraer até a Holanda

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.