Todos A Bordo

Aeroporto de Curitiba é o mais bem avaliado do Brasil; veja ranking

Todos a Bordo

Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR), recebeu nota 4,77 (Divulgação)

O aeroporto de Curitiba recebeu a melhor avaliação dos passageiros que utilizaram o transporte aéreo no Brasil no último trimestre do ano passado. Em uma avaliação de 0 a 5, o aeroporto de Curitiba recebeu nota 4,77. A pesquisa divulgada nesta terça-feira (30) foi realizada nos 15 principais aeroportos do país e ouviu 13.908 pessoas entre outubro e dezembro. O levantamento é feito pela Secretaria Nacional de Aviação Civil, órgão ligado ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Na segunda posição do ranking aparece o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Com nota de 4,76, o terminal é também o que apresenta a maior evolução entre os 15 aeroportos pesquisados, com alta de 13% na nota em relação à registrada no mesmo período de 2016.

Na outra ponta do ranking, o aeroporto de Salvador (BA) foi o que recebeu a pior avaliação dos passageiros, com nota de 3,91, sendo o único a ficar abaixo da meta estipulada pelo governo federal (nota 4). Segundo a Secretaria Nacional de Aviação Civil, apesar de última colocação, o aeroporto tem apresentado melhoria na avaliação dos usuários. Na última pesquisa, a nota é 3,8% maior na comparação com o mesmo período de 2016.

Leia também:

Aeroporto de Guarulhos tem sala de crise inspirada na Casa Branca

O que significam as placas, faixas e luzes nas pistas dos aeroportos?

Sabe o tamanho que sua mala de mão deve ter para viajar em qualquer aérea?

Os terminais de Brasília (DF), Galeão (RJ), Porto Alegre (RS) e Recife (PE) registraram quedas na avaliação. As notas desses aeroportos caíram 2,2%, 5,6%, 1,4% e 5,4%, respectivamente.

Na média dos 15 principais aeroportos pesquisados, o índice geral de satisfação foi de 4,35. Segundo a pesquisa da Secretaria Nacional de Aviação, 91% dos passageiros consideraram que os aeroportos brasileiros são bons ou muito bons, acréscimo de um ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado.

Pontos mais críticos

O secretário nacional de Aviação Civil, Dario Lopes, revelou que os três pontos mais críticos apontados pelos passageiros são custo-benefício dos serviços de alimentação, custo-benefício do comércio em geral e transporte público para chegar e sair dos terminais.

Apesar das críticas dos usuários, o secretário afirmou que o índices têm apresentado melhoria desde que a pesquisa começou a ser realizada em 2013. “O custo-benefício da alimentação é um ponto de atenção, mas desde que a pesquisa começou os indicadores aumentaram em 30%. Nesse período, o wi-fi aumentou 12% e a disponibilidade de tomadas subiu 24%. Estamos no caminho certo e se pressionarmos mais, vamos ter melhorias”, afirma.

Cinco novos aeroportos entram na pesquisa

No final do ano, cinco novos aeroportos também começaram a receber as avaliações dos usuários: Maceió (AL), Goiânia (GO), Vitória (ES), Belém (PA) e Florianópolis (SC). Nesses terminais, no entanto, a pesquisa foi feita somente a partir de novembro.

O aeroporto Zumbi dos Palmares, em Maceió, obteve o melhor resultado para o período entre esses cinco, com nota 4,28. Dos cinco novos aeroportos avaliados, dois ficaram abaixo da meta do governo: Vitória, com 3,88; e Florianópolis, com 3,51.

Considerando apenas os dois últimos meses de 2017, a média de satisfação geral para os cinco aeroportos foi de 3,99, de acordo com a avaliação dos 4.836 entrevistados.

A partir de agora, os 20 aeroportos farão parte da pesquisa mensal da Secretaria Nacional de Aviação Civil. Eles são responsáveis por 87% da movimentação de passageiros no país.

Veja o ranking dos aeroportos no último trimestre de 2017.

Curitiba (PR): 4,77

Viracopos (Campinas – SP): 4,76

Confins (região metropolitana de Belo Horizonte – MG): 4,48

Natal (RN): 4,48

Santos Dumont (Rio de Janeiro): 4,43

Guarulhos (SP): 4,43

Manaus (AM): 4,39

Brasília (DF): 4,34

Fortaleza (CE): 4,31

Recife (PE): 4,29

Porto Alegre (RS): 4,28

Congonhas (São Paulo): 4,22

Cuiabá (MT): 4,14

Galeão (Rio de Janeiro): 4,11

Salvador (BA): 3,91

Avaliação dos novos aeroportos pesquisados em novembro e dezembro de 2017

Maceió (AL): 4,28

Goiânia (GO): 4,21

Belém (PA): 4,01

Vitória (ES): 3,85

Florianópolis (SC): 3,51

Leia também:

As TVs individuais dos aviões podem estar com os dias contados?

Por que as pessoas ficam bêbadas mais rapidamente quando estão num avião?

Qual o voo mais longo do mundo e o mais lotado? Veja 10 recordes da aviação