Todos A Bordo

Gol lança pulseira com GPS para seguir criança ou idoso que viajar sozinho

Todos a Bordo

Imagem: DIvulgação/Gol

Imagem: Divulgação/Gol

A companhia aérea Gol anuncia a criação de um serviço adicional para o caso de crianças que precisam viajar sozinhas: uma pulseira com ''chip''. O acessório usa tecnologia de rastreamento sem fio que avisa aos pais ou responsáveis as etapas do voo em tempo real.

Pelo aplicativo da companhia aérea, os pais podem acompanhar todo o percurso da criança, desde o embarque até o desembarque, assim como informações sobre atrasos e conexões. O cliente também pode optar por receber as notificações por e-mail.

O serviço começa a ser oferecido nesta quarta-feira (12) para crianças e tem custo adicional de R$ 100, de acordo com a companhia. O acompanhamento de menores por meio da pulseira está disponível para todos os voos nacionais e, até dezembro deste ano, deve começar a ser oferecido também nos internacionais, segundo a Gol.

A partir do primeiro trimestre de 2017, a funcionalidade deve ser oferecida também para o acompanhamento de idosos que precisem de cuidados, em especial aqueles com dificuldade de comunicação.

Passando de fase

Na hora da compra da passagem, os pais ou responsáveis devem informar se a criança viajará sozinha e pedir o serviço de acompanhamento de menores. No momento do check-in, a criança receberá a pulseira com o chip de identificação.

A cada fase da viagem, um funcionário da empresa fará a leitura do dispositivo e sua localização será atualizada.

A pulseira só será retirada quando a criança for entregue a um responsável no aeroporto de destino, diz a Gol.

Criança errada

Nos EUA, a companhia aérea JetBlue Airways entregou a criança errada para a mãe.

Andy Martinez, 5, deveria chegar ao aeroporto John F. Kennedy, em Nova York (EUA), mas acabou indo parar em Boston (EUA). Para piorar, a companhia aérea entregou outra criança à mãe de Andy –os dois garotinhos haviam saído do aeroporto Cibao, na República Dominicana