PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

British acaba com lanchinho de graça na classe econômica para voos curtos

Todos a Bordo

05/10/2016 06h00

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Quem ainda quiser aproveitar, tem de se apressar. A partir do ano que vem, a British Airways vai deixar de servir lanches gratuitos para passageiros da classe econômica em voos mais curtos (até 5 horas de duração, aproximadamente). No lugar, vai oferecer um variado cardápio com sanduíches, salgados, saladas (inclusive de frutas) e chocolates, entre outras coisas. Todos os itens com preço de até 5 libras (cerca de R$ 20).

Atualmente, as opções de alimentos à disposição em voos mais curtos podem incluir desde biscoitos até uma pequena salada, além de uma bebida. A mudança será implementada em janeiro em voos domésticos e de curta distância que saem dos aeroportos de Heathrow e Gatwick. Para os voos que saem dos aeroportos de London City e London Stansted, a alteração será feita em meados do ano que vem.

Pagamentos em dinheiro não serão aceitos; apenas com cartões de débito ou crédito ou pontos do programa de fidelidade da companhia. Quem viajar de classe executiva vai continuar a receber comida de graça a bordo – e o menu para esses passageiros será melhorado e renovado.

Preço até para água

A companhia aérea afirma que a mudança atende a vontade dos próprios passageiros, que queriam ter mais opções de alimentos durante os voos. Mas há quem veja a situação de forma diferente, como a extinção de um dos poucos fatores que diferenciavam a British de aéreas de baixo custo, como EasyJet e Ryanair.

O jornal britânico Daily Telegraph comparou os preços cobrados pelas companhias por alguns itens de alimentação. No caso do sanduíche quente, por exemplo, o preço anunciado pela British Airways será de 4,75 libras (R$ 19,66), enquanto a EasyJet cobra 4,50 libras (R$ 18,63) e a Ryanair, 4,50 euros (R$ 19,98).

O novo cardápio com alimentos pagos será oferecido em parceria com a multinacional britânica de varejo Marks & Spencer. E o preço do sanduíche quente na loja física da marca é de 3,25 libras (R$ 13,45).

Uma observação interessante é que o cardápio disponibilizado na página da empresa, inclusive na página em português (de Portugal), que também já antecipou a mudança, inclui o preço da garrafinha de 500 ml de água com ou sem gás: 1,80 libra (R$ 7,47). A Easyjet e a Ryanair também cobram pela garrafinha de água.

O que a mudança indica?

Para Nick Trend, especialista do jornal na área de consumo, depois da mudança "sobrará muito pouco para diferenciar a British Airways de seus rivais de baixo custo" quando se tratar de voos de menor duração. Ele reconhece, contudo, que atualmente muitos passageiros escolhem a companhia aérea com base na tarifa e na conveniência, e não no que é distribuído de graça a bordo.

O especialista em aviação Julian Bray considera a mudança natural, uma vez que muitos passageiros já compram uma comida diferente no aeroporto antes de entrar no avião. "Fidelidade de passageiro é coisa do passado. O viajante agora já procura fazer o negócio mais eficiente em termos de custo, essencialmente, o preço mais atrativo", disse ao jornal britânico Daily Mail.

Seja como for, o diretor-executivo Alex Cruz preocupou-se em diferenciar a British Airways das rivais ao divulgar o novo serviço pago. "Eu acredito fortemente que o que estamos entregando quebra os parâmetros e estabelece um novo padrão de refeições em voos curtos. Vamos oferecer uma seleção de uma marca premium, comidas frescas e um cardápio que será atualizado trimestralmente".

A aérea britânica já tinha retirado as refeições gratuitas em alguns voos curtos em 2009, quando também substituiu as garrafinhas de água por copinhos de água nos voos de longa distância.

Confira o cardápio de bebidas que a British vai adotar

Veja o cardápio de comidas que a British vai adotar em parceria com a Marks & Spencer

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.