PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Todos a Bordo

Impressora 3D faz avião de 3 kg sem piloto que monitora clima na Antártida

Todos a Bordo

21/04/2016 06h00

Crédito:

Crédito: Universidade de Southampton

Pesquisadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, utilizaram uma impressora 3D para criar um pequeno avião capaz de voar sem piloto.

O projeto foi desenvolvido para a marinha real britânica com o objetivo de monitorar as condições meteorológicas da Antártida, enviando informações em tempo real para os navios que estão próximos da região. Além disso, a aeronave deve ajudar as embarcações a se localizarem nos mares gelados da Antártida, evitando que eles colidam com icebergs.

É a primeira vez que veículos aéreos não-tripulados são utilizados nesta parte do planeta.

O Laser Aircraft, como foi batizado, é um dos primeiros aviões impressos do mundo. Pesando cerca de 3 kg e com 1,5m de envergadura, o pequeno avião é feito de nylon sintetizado e foi impresso em quatro partes principais. Para montá-lo, não é preciso usar qualquer tipo de ferramenta.

Os voos são controlados a partir de um computador, e a produção de cada unidade custa cerca de 7.000 libras (R$ 35 mil, aproximadamente). Segundo os pesquisadores, o valor é bem mais baixo do que o cobrado por uma hora de voo de um helicóptero que executa as mesmas tarefas.

Os testes

Os primeiros testes aconteceram no ano passado. O Laser Aircraft decolou de um navio de guerra da marinha real e pousou em uma praia próxima, após voar por cerca de 500 metros. No teste mais recente, que aconteceu neste mês, o avião chegou a sobrevoar a região por 30 minutos e foi retirado das águas geladas por uma embarcação do projeto para que pudesse ser lançado mais uma vez.

Crédito: Universidade de Southampton

O objetivo dos pesquisadores e da própria marinha é conseguir produzir aviões de baixo custo que os auxiliem tanto no monitoramento da região quanto na navegação das embarcações.

Crédito: Universidade de Southampton

Crédito: Universidade de Southampton

Outros modelos em 3D

No ano passado, a empresa americana-israelense Statasys divulgou detalhes da produção de mais de mil componentes feitos em impressoras 3D para o Airbus A350 XWB. As peças podem substituir as fabricadas tradicionalmente, aumentando a flexibilidade da produção, o que agiliza a produção da aeronave.

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.