Topo
Blog Todos a Bordo

Blog Todos a Bordo

Jato executivo da Boeing pode voar para qualquer lugar do mundo sem parada

Todos a Bordo

10/12/2018 11h26

Divulgação

A norte-americana Boeing lançou nesta segunda-feira (10) durante uma feira de aviação no Oriente Médio a versão executiva do Boeing 777X, avião ainda em desenvolvimento que será utilizado por companhias aéreas para viagens de longo alcance. Segundo a empresa, o novo jato executivo será o de maior alcance já produzido, podendo voar para qualquer lugar do mundo sem a necessidade de paradas para reabastecimento.

O avião será produzido em duas versões. Uma viagem de São Paulo (SP) a Tóquio (Japão), do outro lado do globo, por exemplo, tem cerca de 19 mil quilômetros de distância. Ela poderia ser feita sem paradas com as duas versões do novo avião. O tempo total da viagem seria de mais de 20 horas.

O BBJ 777-8 terá autonomia para 21.570 quilômetros e cabine interna de 302,5 metros quadrados. O BBJ 777-9 poderá voar por 20.370 quilômetros e terá 342,7 metros quadrados de cabine.

Leia também:

Conceito do interior do BBJ 777X desenvolvido pela Jet Aviation (Divulgação)

Mansões voadoras

Para garantir o conforto dos passageiros em viagens de longo alcance, a Boeing anunciou parcerias com três empresas de design de interiores: Greenpoint Technologies, Jet Aviation e Unique Aircraft Design.

Os projetos apresentados são verdadeiras mansões voadoras. O avião pode ser dividido em diversos ambientes, com salas de estar, de jantar e de reunião. Os ambientes privativos têm cama de casal e banheiro com chuveiro.

O proprietário de um Boeing 777 executivo não precisa ficar limitado aos projetos apresentados pelas empresas de design de interior. Toda a configuração interna pode ser adaptada conforme as necessidades e desejos do dono do avião.

A Boeing não divulgou estimativa de preço da versão executiva do 777X. Nas versões usadas pelas companhias aéreas, o 777-8 tem preço básico de US$ 394,9 milhões (R$ 1,54 bilhão) enquanto o 777-9 custa US$ 425,8 milhões (R$ 1,66 bilhão). As versões executivas costumam ser mais caras por conta da sofisticação interna, mas o preço final varia de acordo com as exigências do proprietário.

Os modelos anteriores do Boeing 777 (777-200 e 777-300) receberam 13 pedidos na versão executiva, todos já entregues. Entre os aviões de longo alcance da Boeing, o 787 é o que teve mais pedidos como jato executivo, com 15 encomendas (12 já foram entregues). O Boeing 747-8 teve 11 pedidos, todos também já entregues.

Sobre o blog

Todos a Bordo é o blog de aviação do UOL. Aqui você encontra notícias sobre aviões, helicópteros, viagens, passagens, companhias aéreas e curiosidades sobre a fascinante experiência de voar.