Todos A Bordo

Airbus mostra produção do novo Beluga, o avião que carrega outros aviões

Todos a Bordo

Imagem de como será o novo cargueiro da Airbus (Divulgação)

O projeto do novo cargueiro Beluga, o avião com forma de baleia da Airbus, deu mais um passo esta semana. As primeiras grandes partes do avião gigante foram levadas de Berantevilla, no nordeste da Espanha, até a linha de montagem da fabricante em Toulouse, na França. A viagem durou cinco noites.

Painéis viajaram quase uma semana até instalações da Airbus. Foto: Divulgação

São dois painéis laterais e um central que serão usados para completar a parte traseira do avião de carga. Outras partes estão sendo construídas por diferentes parceiros da Airbus na Europa.

O cargueiro é usado pela fabricante para carregar partes de aviões, como asas e fuselagem.

Dimensões

Lançado no final de 2014, o BelugaXL tem seu primeiro voo programado para meados do ano que vem, e deve começar a ser operado em 2019. O novo cargueiro tem capacidade para transportar 2 asas do A350 XWB, enquanto o modelo atualmente em uso transporta somente uma asa.

O avião tem comprimento total de 63 metros, quase 19 metros de altura, mais de 60 metros de envergadura e fuselagem com 8,8 metros de diâmetro. A área da asa ultrapassa os 360 m2.

Novo cargueiro está sendo montado na França. Foto: Divulgação/Airbus (C. Sadonnet/ master films)

O peso máximo de decolagem é de 227 toneladas e de 187 toneladas no pouso. O novo modelo é baseado na estrutura do A330-200.

Pequenos passos

Foto: Divulgação/Airbus (A. Doumenjou/master films)

O processo de montagem da fuselagem, que deve durar 18 meses no total, teve início em janeiro deste ano. No primeiro ano, os sistemas mecânico e elétrico devem ser concluídos. Os seis meses finais devem ser usados para testes e instalação de motores.

O chefe do projeto, Bertrand George, definiu o processo final de integração como “uma série de pequenos passos”. “O número de furos a serem perfurados e fixadores a serem instalados é muito maior do que em qualquer outro avião da Airbus”, disse, ressaltando a necessidade de cumprir os prazos.

Foto: Divulgação/Airbus (P. Masclet/master films)

No total, cinco novos aviões devem ser construídos. Eles devem substituir gradualmente a atual frota de 5 Belugas ST-Super Transponder, versão que tem como base a estrutura do A300. O novo modelo aumentará em 30% a capacidade de transporte da Airbus, informou a fabricante.

Foto: Divulgação/Airbus (P. Pigeyre/master films)

Foto: Divulgação/Airbus (H. Goussé/master films)

Leia também:
Aviões gigantes têm nove asas e transportam até 50 carros; conheça alguns

Maior avião do mundo, Antonov An-225 pousa no aeroporto de Viracopos