Todos A Bordo

Para ter sorte, pilotos desenhavam de pin-up a tubarão em aviões de guerra

Todos a Bordo

A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) não viu apenas as inovações tecnológicas dos aviões que foram usados no conflito. Outro aspecto da cultura militar começava a se destacar: a ''nose art'' —pinturas decorativas feitas na fuselagem, especificamente no ''nariz'' das aeronaves de guerra (por isso o nome ''arte de nariz''). Eram imagens de pin-ups, bocas de tubarão, personagens de quadrinhos, entre outras referências.

A personalização dos aviões tinha várias funções, como trazer sorte, identificar aliados e distrair os inimigos, mas também era uma forma de amenizar o clima pesado da guerra e aumentar o moral dos pilotos.

Pilotos italianos e alemães são apontados como pioneiros da ''nose art'', decorando seus aviões monomotores já em 1913. A prática foi se espalhando, mas foi na Segunda Guerra Mundial (1939-1945) que ela se popularizou, especialmente com o fim das restrições a esse tipo de prática pelas Forças Armadas norte-americanas. A partir deste período, chamado de “a era de ouro da nose art”, as pinturas passaram a refletir características da sociedade.

Pin-ups —mulheres bonitas em poses sensuais— e tubarões estavam entre os desenhos preferidos dos pilotos. No caso das mulheres, essas ilustrações reforçavam a presença feminina num ambiente dominado por homens e também mostravam o ideal de mulher que os solados esperavam encontrar na tão sonhada volta para casa. As imagens das pin-ups iam de ternas às mais erotizadas.

Já os pilotos britânicos e alemães foram os primeiros a usar a imagem de tubarões na 1ª Guerra Mundial. Nessa época, o tom dado pelo tubarão era mais de humor do que de ameaça. Só na Segunda Guerra é que o tubarão com seus enormes dentes passou a ser usado para intimidar os inimigos.

Após a Segunda Guerra a ''nose arte'' perdeu um pouco o seu espaço, retornando depois na Guerra da Coréia e na Guerra do Vietnã. Em ambas, os aviões eram personalizados num tom mais político.

Veja algumas imagens:

B-25 Mitchell

O B-25 Mitchell é um bombardeiro médio bimotor dos Estados Unidos, considerado um clássico da Segunda Guerra Mundial. Aqui ele aparece decorado com o desenho de uma pin-up.

B25

Bombardeiro norte-americano

A decoração de tubarões foi muito popular nos aviões nos anos 1940 e 1950. A foto abaixo mostra um bombardeiro norte-americano decorado com uma boca de tubarão, em 1943, antes de decolar de uma base na China para bombardear o Japão.

Tubarao

Bombardeiro B-17 apelidado de ''Piccadilly Princess''

O avião, construído pela Boeing e chamado de “Fortaleza Voadora” (Flying Fortress), também foi usado na Segunda Guerra Mundial pelos Estados Unidos.

Créditos: Wikimedia Commons

Bombardeiro B-24 Liberator

Desenho de pin-up decorando um bombardeiro B-24 Liberator, em 1945. Este foi o modelo de bombardeiro mais produzido pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), muito usado inclusive pelos Aliados.

B24

Boeing KC-135

O Boeing KC-135 ''Stratotanker'' é uma aeronave quadrimotora americana de reabastecimento aéreo que está na ativa desde 1957. Nesta foto, na base área de Andrews, em Maryland, nos EUA, um desses modelos aparece decorado com um desenho de pin-up.

KC135

The Pink Lady

O bombardeiro B-17, apelidado de The Pink Lady, foi usado na Europa pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial e ficou em uso até 2010. Foi um dos mais antigos bombardeiros usados no conflito a sair de circulação.

PinkLady

SPAD S.XIII

O avião de caça francês traz um cavalo estampado em sua fuselagem. Estima-se que a imagem seja de 1918.

Créditos: Creative Commons

U.S. National Archives and Records Administration

Piloto como o esboço de uma pin-up em fuselagem de avião em 1944.

Boeing B-29

Até os anões da Branca de Neve foram parar nos aviões. O Boeing B-29, avião militar usado na Segunda Guerra Mundial e na Guerra da Coreia pela Força Aérea dos Estados Unidos.

seteanoes

 

Bell AH-1 Cobra

Helicóptero Bell AH-1 Cobra, de 1967, exposto no Museu de Aviação de New Jersey

Ad Meskens / Wikimedia Commons

Leia também: 

Espiral desenhada nas turbinas dos aviões tem uma razão e pode salvar vidas

Rumo aos 100 anos, Boeing lança jaqueta de couro e urso de pelúcia para fãs

Companhia belga decora avião com imagens do personagem Tintim

Lareira falsa e muitas opções de assentos. A doce vida a bordo de um jato

O aeroporto do futuro terá pista de pouso em passarelas no meio da cidade?

Menores aviões do mundo são mais leves e mais curtos que um carro